7 dicas para fazer a mala correta

Saiba como se preparar para sua próxima viagem 

Quem não ama viajar? Mas às vezes é difícil fazer a mala…selecionamos algumas ideias para te ajudar a deixar esse processo mais simples:
  1. A mala certa: Esta pode parecer óbvia, mas é superimportante. Se você vai fazer uma viagem longa e ficar pulando de cidade em cidade, um mochilão é o mais adequado. Para um fim de semana na praia, uma malinha de mão básica é suficiente. Tudo vai depender dos dias que ficará fora e do tamanho das roupas que irá levar.
  2. Espaço na mala: Se você for para o seu destino com a mala explodindo, a chance de ter que comprar uma segunda ou pagar excesso de bagagem na volta é enorme. Sempre tem aquela lembrancinha ou uma oferta imperdível, enfim, a mala sempre volta mais pesada. Mas se você é daqueles que sempre falta espaço na mala, já se previna e leve uma mala dobrável para não passar nervoso.
  3. Planejamento das peças: numa viagem longa é mais difícil planejar o dia a dia. Numa viagem de até 10 dias, você consegue calcular exatamente o que será necessário. Leve em consideração o tempo, as ocasiões que você irá frequentar e se terá ou não como lavar as peças.
  4. Facilidade na escolha das roupas: Roupas com cores mais neutras são mais fáceis de combinar com outras peças. Prefira tecidos que não amassem, pois dependendo do lugar que ficará hospedada não haverá ferro de passar.
  5. Categorize: Separe todas as peças, acessórios, sapatos, cosméticos e remédios. Primeiro porque assim você terá mais noção se está exagerando ou não. Depois porque quando chegar ao seu destino ficará mais fácil organizar. Vamos combinar que a última coisa que queremos em viagem é perder tempo!
  6. Otimize os espaços: Sabe qual o melhor lugar para guardar suas meias? Dentro dos sapatos! Assim você usa um espaço que ficaria normalmente vazio. Outra dica é viajar com o casaco mais pesado e o sapato mais espaçoso, assim você já economiza espaço na mala também.
  7. Produtos de higiene pessoal: Invista em pequenos frascos para o xampu e o condicionado. Vale ter um nécessaire somente com produtos de viagem, uma escova de dente, um desodorante e hidratante. Assim você não corre o risco de esquecer nada e não tem que comprar especialmente para a ocasião.

 

Gostou? Conta pra gente se essas dicas foram úteis! :)

Fonte: Veja

Turistando: Lençóis Maranhenses

Conheça este lugar paradisíaco

Um lugar cheio de dunas e de lagoas de águas transparentes, em meio ao calor delicioso? É a visão do paraíso mesmo! E fica em nosso país, ali no Maranhão.

Além de lindo, o lugar é ideal para quem gosta de variação de passeios. Você pode fazer passeios de barco, em veículos 4×4, banhos em lagoas ou simplesmente caminhada pelas dunas… É garantia de fotos sensacionais! Para o fotógrafos amadores é um prato cheio!

Para chegar nos Lençóis Maranhenses, é preciso ir a São Luís e de lá pegar um transporte para Barreirinhas, cidade base para conhecer a região. Você pode escolher ficar em São Luís ou ir diretamente para Barreirinhas.

Para esta viagem, o tempo é uma questão fundamental. O mais aconselhável é ir após a época das chuvas, portanto, após junho. De junho a setembro, você encontrará as lagoas cheias, mas na verdade nada é garantido, vale mais ficar acompanhando o desenvolvimento das chuvas na região.

Existem duas lagoas cheias o ano todo, a Lagoa dos Peixes e a Lagoa Verde, as únicas permanentes do parque.

Vale pesquisar e se programar para conhecer esse paraíso.

Saiba mais detalhes no site do da Secretaria de Turismo do Maranhão.

Turistando: Campos do Jordão (SP)

Destino preferido de quem gosta de curtir o frio!

Apesar da fama de destino sofisticado, Campos do Jordão oferece muitos atrativos típicos de cidades do interior, como passeios de bonde e teleférico, e contato com natureza, que é linda na região.
  • Amantikir: É um parque que reúne 22 jardins com espécies vindas de diversos paíse, como Inglaterra, Austrália, Alemanha e Japão, além de um labirinto de arbustos. As visitas, guiadas ou não, incentivam a pisar na grama, cheirar as flores, tirar fotos e explorar os recantos.
  • Palácio Boa Vista: Residência oficial de inverno do governador do estado, o Palácio Boa Vista se destaca na paisagem pela arquitetura em estilo inglês. Erguido entre 1938 e 1964, tem 105 cômodos e reúne em seu acervo telas de Tarsila do Amaral e Di Cavalcanti, esculturas de Bruno Giorgi e Victor Brecheret, peças do barroco brasileiro e móveis dos séculos 17 e 18. Transformado em monumento público e centro cultural em 1970, é aberto para visitas guiadas.
  • Pedra do Baú: O conjunto formado pelas pedras do Bauzinho, Baú e Ana Chata emoldura Campos do Jordão. Apesar da dificuldade de acesso para chegar ao topo – Baú fica a 1.950 metros de altitude -, muita gente enfrenta a trilha íngreme (uma hora e meia de caminhada) e a escadaria formada por 200 ganchos para apreciar o pôr do sol. É recomendável contratar um guia. Adeptos de esportes radicais, como trekking, alpinismo, escalada e rapel também marcam presença no maciço, aproveitando os diversos níveis de dificuldade das formações rochosas.
  • Passeio de bonde: O velho bondinho elétrico percorre boa parte da área urbana de Campos do Jordão. O passeio tem início na estação Emilio Ribas, na Vila Capivari, e termina no bairro de São Cristóvão, 40 minutos depois. No mês de julho, por conta da alta temporada, o bonde é substituído pela maria-fumaça.
  • Morro do Elefante de teleférico: Para quem viaja com crianças, a subida de teleférico até o Morro do Elefante é imperdível. O percurso de 550 metros parte do Parque Capivari e descortina bonita paisagem da cidade. O topo da montanha fica a 1.800 metros de altitude e deve ser desbravado em passeios a cavalo, circulando por bosques de araucárias.

Fonte: TripAdvisor

Por que fazer intercâmbio?

Vale mesmo mergulhar de cabeça em outra cultura?

Fazer intercâmbio não é fácil. São diversos os desafios que o intercambista deve superar: uma nova cultura, um novo idioma, um lugar e pessoas desconhecidas… Mas, com certeza, todos os perrengues viram recompensas depois de um tempinho.

Procurado normalmente por jovens com esperança de uma ascensão profissional, o intercâmbio é um ganho para a vida.

O amadurecimento acontece mesmo sem querer, afinal, as responsabilidades são muitas! Então, o intercambista acaba estabelecendo ao mesmo tempo metas pessoais e profissionais.

Você terá vivência em grupo, e o melhor, com pessoas de vários países diferentes! E toda comunicação será feita em outro idioma, principal ponto que leva as pessoas à realização deste sonho.

 

Turistando: Cidades Históricas de Minas Gerais

Que o Brasil tem um infinidade de lugares interessantes para conhecer, isso nós já sabemos!

E se você é apaixonada por história, tem um lugar que é um verdadeiro destino dos sonhos: as cidades históricas de Minas Gerais!

Com uma comida de encher barriga e coração, música simples e boa demais e uma povo extremamente acolhedor, é impossível resistir aos encantos do estado que é a cara do espírito interiorano.

Fizemos uma lista de cidades que você precisa incluir na sua rota:

  • Congonhas: A cidade é conhecida pelo Santuário de Bom Jesus de Matosinhos, local onde estão os profetas de Aleijadinho.
  • Mariana: Colada a Ouro Preto, onde se pode chegar num delicioso passeio de Maria Fumaça! Mariana é fácil de ser explorada. Além de suas igrejas barrocas, tem uma antiga mina desativada como uma de suas principais atrações.
  • Ouro Preto: A principal cidade histórica de Minas Gerais dispensa muitas apresentações. O melhor é percorrer suas ruas de pedra e admirar a arquitetura preservada, visitar museus e igrejas com seus interiores banhados a ouro. Entre uma atração e outra, pausa para uma quitanda com café fresquinho.
  • São João Del Rei: A cidade cresceu muito além da região central, mas ainda é possível admirar suas construções e igrejas. Um passeio que vale a viagem é embarcar também em uma Maria Fumaça com destino a Tiradentes.
  • Tiradentes: A mais preservada de todas, parece ter parado no tempo, vale casa quarteirão andado.

Fonte: Esse Mundo é nosso

Como transportar seu pet?

Saiba como escolher o melhor modelo de acessório para transportar o seu bichinho com segurança e conforto.

Seja cão, gato, chinchila ou papagaio, a caixa de transportes é fundamental na vida de quem tem pets. Mesmo que muitos tutores ignorem essa necessidade e levem seus cães soltos quando saem para passear em veículos, esse tipo de atitude é extremamente perigosa e pode provocar consequências bastante prejudiciais ao animal.

Adequada para passeios curtos ou viagens maiores, a caixa precisa ter medidas que vão de acordo com o tamanho e as proporções do animal, sendo que o seu comprimento deve ser equivalente à medida do focinho ao rabo do pet (acrescido de alguns centímetros), sua altura deve ser aproximadamente três centímetros maior que a altura do cachorro e a sua largura deve ser o dobro da largura do pet, permitindo que ele seja levado de forma confortável quando fechado no espaço.

Evitando os mais diversos riscos em viagens no carro da família (já que uma brecada um pouco mais forte pode ser responsável por muitos machucados no pet), a caixa para transportar cães também pode ajudar a prevenir o surgimento de doenças como a otite, que pode se desenvolver nos animais que costumam andar com a cabeça para fora do veículo durante o trajeto.

Além de ser ideal para passeios de carro ou para viagens de ônibus, por exemplo, a caixa também é uma exigência para quem deseja viajar de avião levando o seu pet, sendo alojada, geralmente, na cabine ou junto com as cargas.

O material da caixa é outro item bastante importante para que uma escolha acertada seja feita e, enquanto um plástico resistente é o mais indicado para o acessório que leva o cão no compartimento de cargas, um material mais flexível é recomendado para os cachorros que serão transportados na cabine do avião, sendo que, em ambos os casos, deve haver algum topo de revestimento no fundo da caixa para o caso de o pet precisar fazer necessidades durante o percurso.

Tudo pelo bem-estar do seu bichinho, certo?

Turistando: Conheça Vitória (ES)

Vamos conhecer as terras capixabas?

Uma das três capitais-ilhas do Brasil, Vitória pode ser considerada uma cidade histórica. A capital do Espírito Santo herdou esse título de Vila Velha e tem hoje como principais pontos turísticos suas praias, além das cidades próximas como a própria Vila Velha, Guarapari, Marataízes e Piúma.

Diferentemente das capitais nordestinas, essa cidade praiana no sudeste brasileiro não tem temperaturas quentes durante as quatro estações – e, na maior parte do ano, sua média de clima é de 23 graus. Ainda assim, Vitória tem lindas praias, e sua maioria é bem pequena em razão do tamanho da ilha. A mais conhecida de todas, no entanto, é bem grande: a Praia de Camburi, que está na parte continental da cidade e tem seis quilômetros de extensão, sendo considerada a maior praia de Vitória. Outras praias bacanas de se visitar na cidade são a Praia da Castanheira, Curva da Jurema, Ilha do Boi e Praia do Canto.

Apesar de ter um clima histórico e ser uma cidade de praias, a maior parte do turismo em Vitória vem da área de negócios – o que faz com que a cidade tenha vários hotéis em toda a sua extensão, indo dos mais simples até os cinco estrelas. A maioria fica perto das praias e, como o aeroporto é dentro da cidade, grande parte das opções de hospedagem podem ser próximas ao terminal.

Se for viajar por dentro do estado, não se preocupe: as cidades turísticas do Espírito Santo contam com boas redes de hotéis e pousadas que dão bons descontos em reservas feitas com antecedência.

Fonte: Turismo Capixaba

10 lugares incríveis para conhecer

Quer rodar o mundo? Conheça os 10 lugares mais lindos!

Uma pesquisa do Discovery elegeu os 10 lugares mais lindos do mundo para conhecer – dois são aqui no Brasil.

Conheça-os e já vá planejando as próximas férias!

1 – Grand Canyon (Estados Unidos)

Uma das paisagens mais famosas do mundo, o Grand Canyon é, além de lindo, enorme. Ele tem 446 km de formações rochosas e chega a atingir até 1,5 km de profundidade. O vale foi moldado pela erosão ao longo de milhares de anos, à medida em que as águas do rio Colorado percorriam o leito, criando esse contraste maravilhoso de cores.1. Grand Canyon

 2 – A Grande Barreira de Corais (Austrália)

Este é o maior recife de corais do mundo, com mais de 2.300 km de extensão. A Grande Barreira de Corais está situada na costa nordeste do Estado de Queensland, na Austrália. Ela também é a maior estrutura do mundo feita apenas por organismos vivos. Um espetáculo da natureza. Na Grande Barreira de Corais vivem cerca de 1.500 espécies de peixes, 360 espécies de coral, 400 a 500 espécies de algas marinhas, 1.330 espécies de crustáceos, de cinco a oito mil espécies de moluscos e 800 espécies de equinodermos.

2. A Grande Barreira de Corais
3 – Machu Pichu (Peru)

Machu Picchu é o berço da civilização Inca, uma das civilizações antigas mais avançadas e misteriosas da história. A cidade se mistura com a paisagem fantástica no topo de uma montanha de 2.400 m de altitude, no Peru. O lugar é considerado patrimônio mundial pela Unesco e é um dos pontos turísticos mais visitados do país. A área urbana é composta de templos, praças e mausoléus, enquanto a área agrícola é formada por terraços e lugares para armazenagem de alimentos.

3. Machu Pichu

 4 – Ilhas Maldivas

São 1.196 ilhas espalhadas por 90.000 m² de um azul incrível no Oceano Índico. Apenas 203 dessas ilhas são habitadas e, mesmo assim, bem pouco populosas. Somadas todas elas, existem apenas 330 mil habitantes nas Ilhas Maldivas – o país menos populoso da Ásia. Ilhas desertas, um mar azul irreal com temperaturas entre 24°C e 33°C, areias brancas e palmeiras. Um paraíso. O que mais você quer?

4. Ilhas Maldivas
5 – Ilhas Phi Phi (Tailândia)

Um paraíso para competir com as Maldivas, as Ilhas Phi Phi, na Tailândia, têm águas cristalinas e areias brancas cercadas por falésias calcárias. Você talvez já tenha visto a Maya Beach, uma de suas praias, no filme “A Praia”, com Leonardo DiCaprio.

5. Ilhas Phi Phi

 6 – Os Dois Irmãos e a Baía dos Porcos (Brasil)

O Brasil é privilegiado com inúmeras belezas naturais, mas ainda assim Fernando de Noronha consegue se destacar. Da Baía dos Porcos é possível ver o Morro Dois Irmãos, uma formação rochosa que emerge do fundo do Oceano Atlântico. Um espetáculo!

6. Os Dois Irmãos e a Baía dos Porcos (Brasil)
7 – Santorini (Grécia)

Santorini tem o casamento perfeito entre uma paisagem e uma arquitetura incríveis. É uma ilha no sul do mar Egeu, cerca de 200 km a sudeste da Grécia continental. A ilha é também palco das maiores erupções vulcânicas da história. A chamada erupção Tera, há 3.600 anos, deixou uma enorme cratera rodeada por depósitos de cinzas vulcânicas. Essa erupção pode ter levado ao colapso da civilização minoica na ilha de Creta, e há quem diga até que deu origem à lenda de Atlântida.

7. Santorini
8 – Cataratas do Iguaçu (Argentina/Brasil)

As Cataratas do Iguaçu são consideradas por muitos as mais bonitas quedas d’água do mundo e também uma das paisagens mais incríveis do planeta. São 275 quedas no Rio Iguaçu, com área de 250 mil hectares de floresta subtropical. Cerca de 20% das cachoeiras estão dentro de território brasileiro, no Parque Nacional do Iguaçu, e outros 80% ficam no Parque Nacional Iguazú em Misiones, na Argentina.

8. Cataratas do Iguaçu

  9 -Salar de Uyuni (Bolívia)

O Salar de Uyuni é o maior deserto de sal do mundo. São 10.582 km² de área a uma altitude de 3.650 m acima do nível do mar. No início do verão, quando começa o período de chuvas, o deserto fica coberto de água, tornando-se um imenso espelho que reflete o céu. O resultado é uma vista surreal com um horizonte infinito.

9. Salar de Uyuni
10 – Canadian Rockies (Canadá)

Uma das cordilheiras mais bonitas e visitadas do mundo, a Canadian Rockies está em uma região com quatro grandes parques nacionais, todos lindos e interligados, formando uma imensa área verde. As belas montanhas são o paraíso dos alpinistas.

10. Canadian Rockies

Fotos: Pinterest

Turistando: Fortaleza

Diversão garantida na capital cearense

Continuamos com a nossa saga de apresentar para você cidades bacanas para conhecer no Brasil. Hoje nossa sugestão é Fortaleza. A capital do Ceará é diversão garantida e tem uma infinidade de atrações turísticas. São muitos os atrativos, desde a hospitalidade de seu povo aos passeios por belas praias.  Leia mais

10 coisas para fazer antes de encarar a maternidade

maternidadeA maternidade muda completamente a vida de uma mulher. Com a gravidez, surgem as transformações no corpo, a preocupação com o bebê e com a saúde. Quando o bebê nasce, então, as mudanças são ainda mais radicais. Sem contar que a maternidade é um coisa mágica, que vai fazer você só ter vontade de cuidar daquele pequeno e frágil ser. Leia mais