Decifrando etiquetas das roupas

Na hora de lavar e passar como fazer, não é mesmo?

Que jogue a primeira a pedra aquele que nunca ficou sem entender um símbolo na etiqueta da roupa novinha que você comprou, não é mesmo? Na verdade quase ninguém tem muita certeza do que está desenhado ali.

A leitura correta da etiqueta é fundamental, pois os símbolos que indicam como o produto deve ser manipulado para limpeza e conservação.

Separamos uma lista completa para acabar com as suas dúvidas, olha só:

Lavagem

  • Tina com um traço embaixo: você pode lavar a peça à máquina, porém utilizando apenas ciclos delicados.
  • Tina com dois traços embaixo: a peça pode ser lavada à máquina, em ciclo delicado, mas não pode ser torcida.
  • Tina com o numeral 50: indica que a máxima temperatura de lavagem daquele tecido é de 50°C.
  • Tina com o numeral 60: indica que a máxima temperatura de lavagem daquele tecido é de 60°C.
  • Tina com o numeral 60 e um traço embaixo: indica que a temperatura de lavagem daquele tecido é de 60°C e que ele pode ser lavado à máquina, porém utilizando apenas ciclos delicados.
  • Tina com o numeral 50 e dois traços embaixo: indica que a temperatura de lavagem daquele tecido é de 50°C e que ele pode ser lavado à máquina, em ciclos delicados, porém não pode ser torcido.
  • Tina com a mão dentro: lavagem somente à mão. Isso quer dizer que você terá um pouco mais de trabalho, mas a sua roupa não se estragará.
  • Tina com um X: não lavar ou não molhar.

 

Uso de alvejantes

  • Triangulo vazio: você pode utilizar qualquer tipo de alvejante para branquear ou tirar manchas do tecido sem danificá-lo.
  • Triângulo CL: alvejantes com cloro não danificam o tecido, porém eles devem ser diluídos em água fria.
  • Triângulo com X: não utilizar alvejantes.

 

Como passar as suas roupas

  • Ferro sem bolinhas: você pode passar a peça a ferro normalmente.
  • Ferro com uma bolinha: passe a roupa a ferro em uma temperatura máxima de 110°C.
  • Ferro com duas bolinhas: passe a roupa a ferro em uma temperatura máxima de 150°C.
  • Ferro com três bolinhas: passe a roupa a ferro em uma temperatura máxima de 200°C.
  • Ferro com um X: não passar a ferro.

 

Limpar a seco na lavanderia

  • Círculo com A dentro: a limpeza pode ser feita a seco com qualquer solvente.
  • Círculo com P dentro: a limpeza pode ser feita a seco em tetracloroetileno com solventes específicos listados para o símbolo F, em um processo normal.
  • Círculo com P dentro e um traço embaixo: a limpeza pode ser feita a seco em tetracloroetileno com solventes específicos listados para o símbolo F em um processo suave.
  • Círculo com F dentro: limpeza a seco com hidrocarboneto em processo normal.
  • Círculo com F dentro e um traço embaixo: limpeza a seco com hidrocarboneto em processo suave.
  • Círculo com X: não limpar a peça a seco.

 

Secar a peça naturalmente

  • Quadrado com meia lua: secar as roupas em um varal, na vertical, utilizando um cabide, aproveitando o calor do dia ou da noite.
  • Quadrado com três riscos na vertical: secagem por gotejamento.
  • Quadrado com um risco na horizontal: secagem na horizontal, com a peça estendida.

 

Secar a roupa em tambor rotativo

  • Quadrado com um círculo dentro e uma bolinha: secar a peça em secador rotativo e em baixa temperatura.
  • Quadrado com um círculo dentro e duas bolinhas: secar a peça em secador rotativo e em alta temperatura.
  • Quadrado com um círculo dentro e um X: não secar em tambor rotativo.

Fonte: Tudo Extra

Estender a roupa dentro de casa

Não tem quintal grande? Ou não tem lavanderia que possa estender as roupas? Ou está chovendo sem parar na região que você mora?

Estender a roupa em casa pode representar um risco para a nossa saúde devido à quantidade de umidade que é gerada pela roupa molhada, especialmente no que se refere a pessoas que têm doenças respiratórias.

Por esse motivo, devemos fazer isso com o máximo de segurança para evitar colocar em risco a nossa saúde.

Veja algumas dicas:

– A primeira coisa para providenciar é um varal de chão, aqueles que vendem em lojas de departamento. São fáceis de ser guardados quando não forem necessários. O ideal é que sejam de aço inoxidável ou plástico;

– Em sua casa deve encontrar um local que seja livre de umidade e bastante arejado, para evitar que a umidade da roupa molhada se espalhe. O ideal também é que seja num espaço que não utilize com muita frequência (evite quartos e a sala);

– Na hora de estender a roupa dentro de casa, primeiro agite as peças de roupa, uma a uma, de forma a retirar o excesso de água. Em seguida, coloque nos varais do meio as peças pequenas, como roupa íntima. Os varais externos use-os para roupas de tamanho médio, como camisas finas, de algodão ou poliéster. As peças de roupa mais pesadas e maiores, como calças e toalhas grandes, deverão ser colocadas nas laterais. Evite colocar as peças de roupa muito próximas umas das outras, deixe um espaço entre elas para que o ar circule e sequem mais rapidamente, caso contrário, pode gerar mau odor.

– Outra dica: quanto mais esticadinha a roupa estiver no varal, mais fácil será para passar (e para alguns tecidos isso nem será necessário);

– Ah, e claro, nada de estender roupas nas grades de trás da geladeira e freezer! Isso pode causar no mínimo um incêndio, ou seja, não é nada seguro.

Lavar roupa de maneira sustentável

Na rotina de uma casa, a tarefa doméstica que mais consome água e energia é a lavagem da roupa.

Mas com boas práticas é possível ser ecologicamente correto e reduzir o impacto ambiental desta atividade.

– Use a capacidade máxima da máquina de lavar. Economize água e energia lavando uma boa quantidade de roupa de uma vez. Apenas tenha cuidado para não sobrecarregar a máquina. Verifique o site do fabricante se estiver na dúvida sobre a capacidade do seu equipamento;

– Faça boas escolhas de produtos. Produtos concentrados levam menos água em sua produção. Outra vantagem é a embalagem compacta que leva menos matéria prima em sua fabricação, gera menos resíduos e reduz a emissão de CO2 durante o transporte;

– Um enxágue basta. Essa opção permite uma economia de aproximadamente 60 litros de água por lavagem;

– Reaproveite recursos. Use a água da lavagem para outras atividades domésticas, como lavar o quintal, a calçada e até mesmo os pneus do carro.