4 dicas para se organizar financeiramente

Confira algumas listinhas para manter o controle

Nós mulheres temos mil e uma coisas para cuidar: do trabalho, da casa, dos filhos, da própria saúde…

Para que seus sonhos de consumo sejam realizados, você precisa de uma coisa: organização. Evite problemas com dinheiro e alcance os seus objetivos pensando em algumas coisas antes:

Definição de Objetivos: Esse é o primeiro passo! O que você quer? Uma viagem inesquecível? Uma festa importante? Um carro? Voltar a estudar? Liste o que deseja e em número de importância. Depois busque informações de valores e o que é necessário para a realização deste desejo.

Orçamento Mensal: Agora você deve fazer uma previsão do quanto você recebe e quanto você acha que gasta mensalmente com suas contas fixas: mercado, aluguel, luz, água, telefone, saúde, educação, alimentação, lazer, e tudo mais que entra todos os meses no seu orçamento. O ideal é reservar 50% do seu planejamento para os gastos essenciais.

Apontamento de gastos e economia: Agora é passar a régua e definir todos os gastos. Que tal fazer uma previsão do que gastou nos últimos 6 meses, divida por números. Veja o que pode ser cortado ou o que pode ser barateado de alguma forma. Aqui você pode pensar em gastos como jantares fora, academia, salão de beleza, cinema, baladas, viagens e hobbies. Adote um estilo de vida correspondente a 35% da sua renda. Ter planejamento financeiro é sinônimo de saber guardar dinheiro também!

Poupe ou invista: 15% do seu salário devem ser guardados de alguma forma, crie o hábito de guardar dinheiro todos os meses, sem pular nenhum, e defina uma boa estratégia para esses recursos. Busque o que melhor te agrada: poupança, tesouro direto, ações, imóveis, fundos de investimento, títulos públicos, entre outros. Para saber qual deles mais se encaixa na sua vida financeira, busque seu gerente do banco para orientá-la de forma clara.

Fonte: Organize Sem Frescura/GuiaBolso/ Exame

Cursos gratuitos ajudam a aperfeiçoar conhecimentos

UI-01-060514-175.jpg

Adquirir conhecimentos é um projeto para a vida toda, afinal, há sempre algo a aprender. Quando falamos, então, em administração financeira, quanto mais informações, melhor. Muitas vezes, a própria experiência no dia a dia da administração das despesas domésticas nos ensina muito. Leia mais