Ovo de Páscoa Trufado de Colher

Veja como fazer essa delícia para a Páscoa!

Muita gente está com dinheiro mais curto, mas nem por isso quer dizer que vai faltar chocolate nesta data, não é mesmo?

O ovo de Páscoa trufado é uma das opções mais pedidas, então veja como fazer essa receita na sua própria casa.

Ingredientes:

– 150 g de chocolate meio amargo;

– 100 g de chocolate ao leite;

– 1 dose de licor de cacau;

– 1 lata de creme de leite;

– 1 colher de sopa de mel;

– Formas para ovo de Páscoa.

Pegue os 150g de chocolate meio amargo e coloque em um recipiente plástico, leve ao forno micro-ondas e deixe por aproximadamente 8 minutos ou até que derreta completamente. Feito isso, retire o chocolate do forno e coloque o recipiente sobre uma superfície de mármore, ou qualquer pedra gelada. Com a ajuda de uma espátula mexa até que a consistência engrosse e fique fria.

Agora, disponha as formas sobre a mesa e despeje uma camada de chocolate derretido, retire o excesso e leve à geladeira por aproximadamente 5 minutos, depois retire e coloque a segunda camada, repita o mesmo procedimento levando para a geladeira por mais 15 minutos ou até que a forma adquira uma cor esbranquiçada. Após este tempo, retire as formas da geladeira e desenforme cuidadosamente, reserve os ovos de chocolate.

Para fazer o recheio, coloque os 100 g de chocolate ao leite em um recipiente plástico, leve ao forno micro-ondas e deixe derreter por aproximadamente 8 minutos. Quando isso acontecer, retire do forno e acrescente à tigela 1 lata de creme de leite, 1 dose de licor de cacau, 1 colher de sopa de mel. Com a ajuda de uma colher, mexa até que a mistura fique homogênea. Deixe esfriar até que consiga colocar dentro das metades feitas anteriormente. Então, para finalizar, coloque a mistura dentro dos ovos, cubra e deixe para gelar.

Feito isso, é guardar para presentear alguém ou esperar o dia para abrir em família e se deliciar!

Veja quantas vezes um material pode ser reutilizado.

Olha uma tabela com números assustadores pode te fazer pensar mais.

Você já deve estar cansado de ouvir falar sobre a necessidade das coisas serem reaproveitada, no mundo de hoje a reciclagem é um conjunto de técnicas que têm o objetivo de aproveitar os restos e reutilizá-los no processo de produção de que saíram, que é de extrema necessidade.

Pois pensando no brasileiro, nós produzimos cerca de 500 gramas de lixo por dia. Assim pode parecer pouco, agora multiplica por 200 milhões, vira bolos enormes de lixo.

Na natureza, toda a matéria orgânica viva se decompõe rapidamente e ainda ajuda a tornar a terra mais fértil para alimentar novos seres que virão. Mas, com os seres humanos é diferente, porque são os únicos seres vivos que produzem coisas artificiais, e, algumas delas como latas de refrigerante, plástico e vidro levam uma eternidade para se decompor.

Confira, abaixo, o tempo de decomposição de diferentes materiais:

  • Jornais: de 2 a 6 semanas
  • Embalagens de papel: de 3 a 6 meses
  • Madeira: em média, 6 meses
  • Fósforos e pontas de cigarros: 2 anos
  • Chiclete: 5 anos
  • Lata de aço: 10 anos
  • Nylon: 30 anos
  • Pneus: mais de 100 anos
  • Tampas de garrafas: 150 anos
  • Latas de alumínio: de 200 a 500 anos
  • Isopor: 400 anos
  • Plásticos: 450 anos
  • Fralda descartável comum: 450 anos
  • Vidro: mais de 10.000 anos

E então, prontos para reutilizar?

Um dos itens que mais usamos são as garrafas pets. E por que ao invés de esperarmos 450 anos para usar esse produto não procuramos alguamnova utilidade?

Veja então algumas ideias simples de usar aquele monte de garrafa que você não vai mais usar!

Opção 1: Jardins Verticais
jardim vertical

 

 

 

 

 

 

 

Opção 2: Luminária Estilizada

luminaria

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Opção 3: Porta Joias

porta joia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Opção 4: Vassoura

vassoura

 

 

 

 

 

 

 

 

Opção 5: Porta Moedas

porta moedas

 

 

 

 

 

 

 

 

Todas elas são opções bem simples e utilizáveis para o dia a dia. Bora colocar criatividade pra jogo e aproveitar!

Imagens: Pinterest

Como planejar um closet

Ter um closet planejado é bastante interessante, pois além de permitir a visão total das suas roupas, garante praticidade na hora de escolher o que vai vestir, principalmente quando você tem pouco espaço disponível e muita roupa.

Assim, você precisará pensar em novas soluções para guardar sem amontoar tudo em cima do guarda-roupas. Um closet bem planejado pode ser uma boa opção: pode ser em um quarto vazio ou em seu próprio quarto, no lugar do tradicional guarda-roupa.

Atualmente, existem inúmeros modelos, de madeira ou alumínio, e de vários compartimentos, sendo que o ideal é montar um de acordo com seu gosto e necessidade. Tudo começa com um levantamento da quantidade de sapatos, peças a serem guardadas e dobradas, e o comprimento de cabideiros.

Na hora de organizar seu closet é essencial que você separe as peças por cores. É indicado também que a cor do seu closet seja de preferência branca, pois facilita a visualização das peças e dá mais amplitude ao cômodo.

Com uma furadeira, algumas buchas e parafusos, faça um planejamento prévio, determinando o lugar para cada peça de aramado. Se você está com dinheiro sobrando, pode fazer uma bela sapateira, mas se quer economizar, recicle caixotes de feira no formato de nichos. Fica super lindo e charmoso!

Os aramados são uma opção bem versátil para pessoas que gostam de mudar as coisas de lugar para renovar a energia do local, porque podemos trocar quando quisermos a posição das prateleiras e montarmos de acordo com nossa necessidade.

Na hora da arrumação, para facilitar, todas as roupas ficam organizadas por cores, como os casacos. As saias e shorts ficam nos cabideiros inferiores. As blusinhas, regatas e camisetas ficam separadas por tipos e têm etiquetas de identificação nas prateleiras.

No móvel central ficam os objetos menores, como as bijuterias, que podem ter divisórias de veludo para separar cada peça com mais cuidado.  As bolsas ficam organizadas em prateleiras com divisórias, ou penduradas em mancebos. Os sapatos podem ficar em caixotes ou em gavetas corrediças para maior visualização, evitando o acúmulo de pares sem uso.

Calças e saias hoje são colocadas em cabides – o calceiro se tornou obsoleto por ser pouco prático. Lingeries e roupas de banho podem ser armazenadas em gavetas com divisórias para melhor aproveitamento dos espaços.

Agora, mãos à obra para ter o armário (ou closet) dos seus sonhos!

Como cuidar das plantas dentro de casa

Veja algumas dicas para decorar sua casa com plantinhas

Plantas embelezam o interior da casa, purificam o ar em ambientes fechados e dão um toque natural. Veja com algumas dicas:
  • Certifique-se de que suas plantas obtenham bastante luz. Procure saber a quantidade de luz natural disponível e necessária para as plantas. A janela é um lugar ideal, mas certifique-se de ter um prato ou bandeja sob os vasos de plantas para recolher o excesso de água da rega e da condensação que, muitas vezes, ocorre nas folhas durante a noite.
  • Regue-as quando necessário. As plantas precisam de água, porém, não regue demais, nem de menos. Ao regar, faça isso até que você possa ver um pouco de água saindo do fundo do vaso. Nunca use vasos que não tenham, pelo menos, um orifício na parte inferior.
  • Cuidado com as pragas de plantas. Mesmo não tendo um jardim enorme, elas surgem também. Seja por insetos que se alimentam delas e fazendo-as perder o vigor, ou falta de cuidados. Aprenda a identificar essas pragas e como tratá-las. Geralmente diluir um inseticida no solo funciona, mas nem sempre.
  • Use um vaso bonito. Um vaso decorativo que combina com o mobiliário pode realmente realçar a beleza da planta. Colocar cerca de 2,5 cm de cascalho para aquário no prato sob o vaso ajuda bastante a planta. Ao regar, o excesso de água vai para o prato e evapora-se em torno da planta, tornando o ar em volta um pouco mais úmido. Isso é especialmente útil durante o inverno. Certifique-se de que a água não toque o fundo do vaso, pois se ele ficar sobre a água, as raízes apodrecerão e a planta pode morrer.
  • Regue a planta quando o pote estiver visivelmente mais leve do que estava quando a planta foi regada pela última vez. Poucas espécies, com exceção das plantas de aquário e papiro, gostam de ficar molhadas por mais de um dia, então cuidado! Encontrar o equilíbrio certo entre umidade e secura é o desafio em manter plantas no interior felizes e saudáveis.
  • Espécies:

– Plantas Grandes: Pau d’água (Dracaena fragans), Ficus (as variedades com grandes e com pequenas folhas), Lança-de São-Jorge (Sanseveria), Lírio-da-paz (Spathiphyllum), Antúrio (Anthurium andraeanum).

– Plantas menores: Bromélias, begônias, violetas africanas, orquídeas, Avenca (Adiantum capillus veneris), Erva-da-fortuna (Tradescantia fluminensis), Espada-de-são-jorge (Sansevieria trifasciata), Planta-jade (Crassula), Zamioculcas (Zamioculcas zamiifolia) e Plectranto (Plectranthus nummularius)

Evite: Ave do paraíso, Bambu, Palmeiras e Samambaias, a menos que você possa fornecer bastante luz e alta umidade adicional durante todo o ano.

E lembre-se: quando for cuidar das suas plantinhas, use as Luvas de Jardinagem da Spontex para deixá-las ainda mais bonitas e suas mãos protegidas!

😉

Como passar uma camisa

Veja um passo a passo para deixar a peça impecável!

Você mudou agora, não tem a mamãe por perto e nem grana pra mandar à lavanderia. Então chegou a hora: é você, o ferro e a camisa. Mãos à obra!
  • Comece com uma camisa recém-lavada. Quando sua camisa já estiver lavada e seca, balance-a, arrume com suas mãos e pendure-a em um cabide. Abotoe o primeiro botão.
  • Deixe seu ferro de passar atingir a temperatura apropriada. Uma camisa passada perfeitamente precisa de uma temperatura menos quente do que a temperatura para passar tecidos de algodão. Tenha cuidado para não queimar a camisa. Veja as orientações do fabricante.
  • Borrife levemente a camisa, ainda no cabide, com água e então remova a camisa do cabide. Desabotoe o primeiro botão.
  • Deite o colarinho aberto na tábua e passe. Passe dos pontos internos do colarinho, até a parte de trás do pescoço. Também passe a parte inferior do colarinho.
  • Passe os ombros e as decorações da camisa, se houver. Posicione sua tábua de passar dentro da camisa e da manga. Se sua tábua de passar não tiver uma pequena tábua para inserir as mangas, coloque a manga em cima da tábua, com ambos os lados juntos, e passe. Vire a camisa para passar do outro lado. Reposicione para o ombro oposto. Então, vire a camisa e passe o lado de trás dos ombros e das decorações.
  • Para uma camisa de manga longa, passe os punhos da camisa logo em seguida, de modo similar ao colarinho. Vire a camisa para passar do outro lado.
  • Deite uma manga na tábua de passar. Alinhe a manga seguindo a costura inferior como guia. Passe cuidadosamente, deixando ambas camadas do tecido lisas enquanto o ferro desliza pela superfície frontal da manga. Repita para a outra manga. Vire a camisa para passar o outro lado da manga.
  • Posicione o corpo da camisa no final quadrado da tábua de passar. Passe da costura inferior até o colarinho. Não deixe que amassos ou dobras fiquem passados no tecido. Vire a camisa para passar também o lado interno.
  • Mova a posição da camisa para o próximo lado, a metade das costas. Passe da costura até o colarinho.
  • Mova a posição da camisa para o próximo lado, a outra metade das costas. Passe como anteriormente.
  • Mova a posição da camisa para o último lado, a outra metade da frente. Passe como anteriormente.
  • Retorne a camisa já passada ao cabide, abotoando o primeiro e o terceiro botão.

Vale lembrar também:

  • Camisas de algodão precisam de mais pressão e de uma temperatura mais quente no ferro;
  • Para saber se o ferro está quente, coloque seus dedos na água, e deixe pingar no ferro. Se a água instantaneamente evaporar e sair da base do ferro, você sabe que ele está quente e pronto;
  • Você pode querer passar tanto a parte de trás quanto da frente da camisa, assim como ao avesso. Isto deixa a camisa mais apresentável, com uma aparência mais suave, e com menos amassos. Comece a passar a parte de baixo, ou ao avesso, para eliminar amassos quando for passar pelo lado de fora.

Brincadeiras para as férias

Veja com entreter a criançada o tempo que eles ficam em casa.

Estamos em janeiro, portanto, ainda vão alguns dias com a casa povoada por quem mais amamos: as crianças. Selecionamos algumas ideias para mantê-las entretidas, e o melhor de tudo, com segurança. Leia mais

Como fazer consertos em roupas e sapatos

 Aprenda truques básicos com a Spontina.

Às vezes, percebemos em cima da hora que nossa única camisa branca perdeu o botão.  Ou o sapato precisa daquela engraxadinha para ficar novinho. E a barra da calça arrastando e você tropeçando nela?

Nada disso vai te atormentar mais! Confira três dicas para acabar de vez com os seus problemas!

Leia mais

Decoração de Halloween

08

Selecionamos algumas ideias de decoração para o Dia das Bruxas para você tentar fazer em casa. Coloque a criançada para ajudar, eles vão amar e vai ser bem divertido!  Leia mais

Como posso economizar água?

07

Ao longo desse período de estiagem que assola algumas regiões do país, devemos ficar todos atentos, porque, se não cuidarmos desse bem tão precioso, ele pode acabar. Então, que tal se cada fizesse a sua parte? Veja algumas dicas para economizar.  Leia mais

Maneiras de renovar sua cozinha

 08 BlogCozinha SEXTA 26
Se você acha que sua cozinha está um pouco desgastada, que tal dar uma nova aparência com algumas pequenas modificações, mudando o papel de parede ou as portas dos móveis? Se você quiser ousar, faça mudanças maiores que podem exigir mais tempo e esforço, mas com certeza causarão impacto e deixarão a sua cozinha ainda mais linda. Confira:

Leia mais