Qual criança você foi na infância?

Quietinha? Muito levada? Nerd? Com uma imaginação muito fértil? O sucesso da turma?

Relembre como foram os anos da sua infância! E não esquece de contar pra gente qual o resultado!

1 – Você gostava de brincar com seus amigos ou sozinho?

A – Brincar com poucos amigos.

B – Brincar com todos os meus amigos.

C – Brincar sozinha era mais legal.

 

2 – Você tinha muitos brinquedos?

A – Poucos, não muitos.

B – Sim, adorava brinquedos.

C – Preferia tecnologia e TV.

 

3 – Como sua família conta a sua infância?

A – Bem feliz e calma.

B – Fazia a maior bagunça na casa.

C – Tinha vergonha até da minha sombra.

 

4 – Você preferia que tipo de brincadeira?

A – Brincadeiras de lógica e raciocínio.

B – Preferia as agitadas e as de correr

C – Bonecas e carrinhos.

 

5 – Você gostava de ser criança?

A – Sim, sempre amei minha infância.

B – Foi a melhor época da minha vida!

C – Prefiro o futuro do que o passado.

 

Maioria A – Só gosto da minha galera

Você foi aquela criança de poucos, mas bons amigos. Tanto que você conta com eles até hoje. Aproveitou bastante, mas nunca deu dor de cabeça ao seus pais.

Maioria B – O rei da turma!

Você mandava em todo mundo, inventava todas as brincadeiras e vira e mexe estava de castigo porque sempre aprontava além da conta. Deve ter sido uma criança ativa, que gostava de brincar ao ar livre. Com certeza viveu a melhor época da vida da melhor forma!

Maioria C – Um pouco introspectivo

Bem tímida, você tinha dificuldade de fazer amizades, então muitas vezes preferia brincar sozinha ou com seus eletrônicos e livros. Por isso conseguiu desenvolver uma imaginação fértil. E deve ter passado a infância toda sem quebrar um ossinho!

Brincadeiras à moda antiga – Parte 2

bolinha de gude

No post anterior, compartilhamos com você sugestões de brincadeiras antigas para fazer com os pequenos e comemorar o Dia das Crianças de uma forma diferente. Hoje, as atividades selecionadas são voltadas para crianças maiores. Confira!

– Pular corda: duas pessoas batem a corda e outra pula. Durante a execução da brincadeira, os batedores vão cantando “um homem bateu na minha porta e disse assim: senhora, senhora, põe a mão no chão; senhora, senhora, pule de um pé só; senhora, senhora, dê uma rodadinha e vá pro meio da rua”. Ao final, o pulador deve sair da corda sem deixá-la encostar nele.

– Bolinha de gude: essa brincadeira tem várias formas de se jogar, como box, triângulo, barca e jogo do papão, em que os participantes devem percorrer determinados caminhos, batendo uma bolinha na outra e, ao final, acertar as caçapas. Leia mais