Tarefas de casa para as crianças

Como os pequenos podem ajudar em casa de acordo com a idade

As crianças podem colaborar nas tarefas de casa desde sempre! No entanto, as tarefas precisam ser compatíveis com as idades delas.

É possível que sua ajuda seja mais uma intenção a fim de incentivar meninas e meninos a cuidarem das tarefas de casa. Lembre-se que você deve valorizar o esforço e ensiná-los a fazer melhor na próxima vez.

Crianças de 4 ou 5 anos:

– Recolher os brinquedos do seu quarto e colocá-lo no seu baú de forma simples e divertida.

– Ajudar a separar as meias.

– Dar de comer ao animal de estimação.

– Regar as plantas.

– Retirar o seu prato da mesa e deixá-lo na pia.
Crianças de 6 ou 7 anos:

– Ajudar a colocar e a tirar a mesa. Ajudar na cozinha com tarefas fáceis (sempre supervisionado dos pais).

– Ajudar a fazer sua cama e a arrumar seu quarto.

– Ajuda a dobrar as toalhas.

– Varrer.

– Ajudar na compra doméstica e colocar as coisas no seu devido lugar.
Crianças de 8 a 10 anos:

– Lavar os pratos e enxugar os pratos

– Trocar os lençóis e fazer sua cama sozinha.

– Limpar (varrer, tirar o pó, manter o quarto arrumado etc.).
Crianças de 10 a 12 anos:

– Colocar a roupa ou pratos na lavadora.

– Realizar pratos simples na cozinha com a supervisão de um adulto.

– Limpar sem supervisão.

– Tirar o lixo.

Como limpar os brinquedos do seu filho

Tem dia que todo mundo entra no banho!

Não se pode descuidar da higiene jamais, principalmente quando se tem criança em casa.

No dia de colocar as bonecas, os ursinhos e carrinhos para banho sempre surgem algumas dúvidas. Paninho úmido? Água e sabão? De quanto em quanto tempo?

Vamos tentar te ajudar.

  • Metal e plástico: Limpe com Pano Multiuso umedecido em álcool. Se o brinquedo não for de ferro, pode-se limpá-lo também com água e detergente ou sabão neutro, com uma Esponja Suave. Itens pequenos podem ainda ser lavados na máquina de lavar louça ou com escovinhas cujas cerdas penetrem nas reentrâncias. Caso o brinquedo tenha partes de ferro (pregos ou partes maiores), evite qualquer contato com água e verifique regularmente se nelas há eventuais focos de ferrugem.
  • Borracha e E.V.A.: Mais simples não tem, basta higienizar com água e sabão ou com Pano Multiuso umedecido em álcool. Mas aqueles que ficam no lugar do banho devem receber atenção especial. Depois que tiver terminado o banho, procure retirar a água do interior deles toda vez que forem mergulhados.
  • Pelúcia e tecidos: Muitos brinquedos e bonecos de pelúcia, algodão, náilon e de outros tecidos podem ser lavados à máquina, com o mesmo sabão utilizado na lavagem das roupas ou lençóis da criança, no ciclo de lavagem delicada e em saquinhos que os protejam. Caso haja alguma restrição do fabricante em relação ao uso da máquina, a saída é lavar os itens à mão ou a seco, em lavanderia especializada. Depois da lavagem, centrifugue o boneco e coloque-o para secar em local arejado e ensolarado. Deixe que seque bem antes de voltar a usá-lo, para que o enchimento não fique úmido e com mau cheiro. Quando a ideia for somente retirar o excesso de pó sem lavar, bata bem os bonecos (em ambientes externos, se possível) e exponha-os ao sol. O procedimento vai reduzir eventual mofo e a presença de ácaros.
  • Madeira: A maioria dos brinquedos de madeira do mercado é feita de MDF. Muitos deles são dados à criança desembalados e, portanto, já vêm sujos. Esse material pode ser limpo com um Pano Resist seco ou levemente umedecido, mas sempre tomando cuidado para não manchá-lo. O de madeira maciça aguentam melhor a exposição à água. Podem ser limpos com pano úmido.
  • Eletrônicos: Aqui apenas passar o Pano Resist seco, para limpar somente a parte externa, não abra os aparelhos. Guarde-os em caixas, armários ou outros locais protegidos de poeira. No caso de brinquedos que não sejam usados regularmente, retire as pilhas.

Mini chefs de cozinha

Para finalizar as férias da criançada com estilo, que tal colocá-los para botar a mão na massa? E desta vez literalmente!

Uma ajudinha na cozinha sempre é bem-vinda, em tom de brincadeira então é perfeito para e deixar os pequenos super animados.

Eles podem ajudar em quase tudo com a supervisão de um adulto, mas os maiores cuidados na hora de cozinhar são: manter sempre as facas longe do alcance dos pequenos e se a receita tiver que ir ao fogo, é melhor que o adulto faça ou acompanhe o procedimento com muita cautela.

De resto vale deixar sujar e fazer muita bagunça!

Lá vai uma ideia de receita bem fácil e de algo que é unanimidade entre os pequenos: pão de queijo!

Vocês vão precisar de:

– 200 g de parmesão ralado fino

– 200 g de polvilho azedo

– 40 ml de óleo de girassol

– 100 ml de água

– 1 ovo

– Sal a gosto

Ferva a água com o óleo, jogue a mistura no polvilho e com supervisão peça para a criança mexer com uma colher ou espátula. Quando amornar, peça para a criança adicionar o queijo, sal e ovo, misturando com as mãos até formar uma massa homogênea.

Depois peça que ela faça as bolinhas do tamanho que desejar, e você leva-as para assar por aproximadamente 30 minutos em forno a 170 graus.

Prontinho! Ai vale passar manteiga, requeijão… o que a criançada gostar!

Como escolher a escola certa?

Algumas dicas para te ajudar nesta decisão tão importante

Ser mãe não é fácil, fato! Mas algumas dicas na hora de criar o amor da sua vida ajudam, certo?

Selecionamos alguns fatores para que a decisão de escolher a escola não seja tão difícil:

  • Segurança: preste atenção se a escola tem escadas e rampas com grade de proteção e corrimão, se as janelas de andares superiores têm telas, se as tomadas são cobertas e os produtos de limpeza mantidos fora de alcance dos pequenos. Cuidados que temos em casa e esperamos que existam também na escola.
  • Limpeza: também é muito importante ver se todos os funcionários têm uniformes limpos e lavam as mãos com frequência. Se brinquedos, fantasias e móveis são higienizados periodicamente.
  • Alimentação: o seu bebê vai comer na escola? Se sim, contar com uma nutricionista é requisito básico. Assim, você pode ter certeza que todo o seu esforço em casa para ele comer não terá sido em vão.
  • Localização: o ideal é que seja perto de onde você está, seja do seu trabalho ou da sua casa, pois em caso de alguma emergência você terá tempo de chegar. E também evita de a criança ficar muito estressada.
  • Atividades extras: balé, natação, judô e música são habilidades interessantes para serem desenvolvidas na primeira infância, além de ajudarem a criar hábitos e responsabilidades desde cedo.

 

Economia na hora da compra de material escolar

Sempre é válido um descontinho nas contas, certo?

Aquele gasto certeiro para quem tem filhos é a lista de material escolar, então por que não tentar diminuí-la até onde for possível?

As dicas são sempre as mesmas, mas vale lembrar, relembrar e compartilhar mais vezes. Lá vão algumas:

– Antes de ir às compras, verifique o que sobrou do ano passado e ainda pode ser usado. Não é necessário ter tudo novinho a cada início de ano. Você está reutilizando artigos e poupando a natureza.

– Procure primos, colegas de escola ou vizinhos para possíveis trocas ou comprar por preços mais baixos livros didáticos usados. Mas, claro, confira se é o exemplar que foi pedido e o estado dele.

– Junte pais e mães para fazer compras coletivas. Lojas costumam dar descontos quando vendem grandes quantidades.

– A velha sugestão de pesquisar preços é sempre atual. Há diferenças gigantes entre as lojas.

– Tente pagar à vista: além de se livrar da conta, pode tentar um descontinho. Caso não tenha jeito, compre a prazo em um número de parcelas, sem juros. Evite cheque especial ou cartão de crédito, os juros chegam a 12% ao mês.

– Não caia na tentação de comprar o que não for usar.

– É difícil, mas deixe os pequenos longe das compras. Fica mais difícil economizar com aquela carinha linda implorando por cada coisa legal que tem em papelarias.

 

Brincar de ajudar

Bora colocar a criançada pra fazer as tarefas de casa!

Na sua casa crianças passam longe da cozinha e não sabem o que é um aspirador? Você está perdendo uma boa oportunidade de estimular a autoconfiança delas.  Quando ele recebem a mensagem de que são capazes de realizar uma tarefa, eles se sentem valorizados. Isso aumenta a autonomia e a autoestima.

Se os pais fazem tudo por eles, a sensação que fica é a de que são incapazes. Assim todos ganham o seu filho na autoestima, e você com a colaboração no cuidados da casa. Para isso invista em algumas ‘’brincadeiras’’.

  • Que tal salvar a princesa do monstro da roupa molhada? Ao invés de estender a roupa no varal!
  • Fazer as coisas ao som do de música que eles gostem, ajuda nas tarefas. Cante, dance, interprete na hora da faxina juntinhos.
  • Grude um calendário na geladeira e proponha uma tarefa por dia: pode ser levar a louça suja até a pia, jogar a roupa no cesto para lavar ou regar as plantas. Cole um adesivo nos dias em que as missões foram cumpridas. No final do mês, se o calendário estiver completo, saiam todos juntos para comemorar.
  • Hora de guardar os brinquedos? Diga às crianças que terão de fazer isso em um tempo determinado. Agora é só apertar o cronômetro! Para evitar acidentes durante o percurso, confira se o chão não está molhado ou escorregadio, e afaste móveis e objetos pontudos do caminho. Eles vão curtir o desafio!
  • Leve os pequenos para a cozinha. Certifique-se de que eles ficarão longe do fogão, das facas ou de outros objetos perigosos. Peça ajuda de acordo com a idade deles. Podem quebrar os ovos, medir os ingredientes, bater uma sopa no liquidificador. Se preferir, deixe tudo pronto e peça a eles que montem o prato. Isso também estimulará bons hábitos alimentares.
  • Kits com vassourinha, baldinho e panos coloridos (que a Spontex está cheia, é só conferir aqui.) vão fazer eles se animarem mais ainda. Só preste atenção com produtos de limpeza, deixe eles longe!

 

 

Gastos escolares do começo de ano.

Como economizar um pouquinho com as compras.

Ter filhos é algo incrível, mas vamos combinar que custa caro povoar esse mundão! Uma das coisas mais caras é o quesito educação.

Cada vez esse custo aumenta mais, são livros, roupa, uniformes, materiais, mochilas, são as gastos que já deve ser contando em cada início de ano.

No início do ano, os pais, além de inúmeros impostos que incidem nessa época do ano, terão que fazer contas e a economia doméstica dispara. E se a família aproveitou as férias com uns gastos a mais, seu bolso não terá desconto.

Os livros de texto, uniformes, material escolar, transporte, merendas e ensino, implicam em uma conta importante. Os gastos com roupa e calçados chegam a absorver um terço do orçamento total destinado pelas famílias.

Os gastos são muitos, portanto, a palavra de ordem é planejar. A dica é iniciar a pesquisa de preço, com o objetivo e evitar correria e, ao mesmo tempo, ter a liberdade de escolher as melhores condições de pagamento.

A primeira lição é “enxugar” a lista de material, de forma a gastar o mínimo necessário. Como? Além da economia, cortando alguns itens da sua lista. É comum as crianças quererem tudo novo, mas daí a necessidade de ensiná-las desde cedo a economizarem e não serem excessivamente consumistas.

E se você tem mais de um filho, ou sobrinhos e amigos com faixa etária parecida, vale trocar matérias entre si, como livros e uniformes.  E claro, ainda é válido a peregrinação pelas papelarias e livrarias para fazer pesquisa de preço.

Duas dicas para economia nas despesas na questão papelaria, é juntas as mães do amiguinhos, dos primos e fazer uma compra coletiva, pois o preço de atacado acaba saindo sempre melhor. Ou também deixar passar um pouquinho o começo de ano, umas duas semanas do início das aulas, os preços já entram em promoção.

E vale lembrar que você não é obrigada a pagar com materiais coletivos, como  folhas de papel, cartolinas, cola, grampos e material de limpeza, pois esse preço está incluso na mensalidade das escolas particulares e na cota do governos das públicas.

 

Brincadeiras para as férias

Veja com entreter a criançada o tempo que eles ficam em casa.

Estamos em janeiro, portanto, ainda vão alguns dias com a casa povoada por quem mais amamos: as crianças. Selecionamos algumas ideias para mantê-las entretidas, e o melhor de tudo, com segurança. Leia mais

Faça você mesma: brinquedos!

nursery children playing with clay

Tem um tempinho livre? Que tal, então, fazer brinquedos diferentes para o seu filho? Recicláveis e criativas, inspire-se nestas ideias para fazer a alegria da criançada. Leia mais

Dicas de como deixar o quarto das crianças pronto para as férias

Young caucasian woman throwing clothes from wardrobe back
Para muitas mamães, arrumar o quarto dos filhos pode ser missão perdida, mas ninguém quer deixar as crianças no meio da bagunça. Então a melhor maneira de quem está em férias é colocar tudo em ordem. Leia mais