6 Revestimentos que facilitam a limpeza da casa

Vai fazer uma reforma? Escolha opções de materiais que ajudem futuramente!

A escolha de materiais adequados permite que a sujeira não fique impregnada nas paredes, chão e outros ambientes. Muitas pessoas trabalham o dia inteiro e praticidade é palavra chave quando chega em casa.

Então, eleger os materiais certos para colocar em casa ajuda a diminuir as horas gastas em limpeza e permite mais tempo livre para cumprir outros compromissos e para o lazer.

  • Piso da sala: O piso vinílico é perfeito para este ambiente, este revestimento apresenta boa tolerância à água e produtos químicos.
  • Pisos para cozinha: O piso porcelanato fica bem na cozinha, tanto pelo visual estético quanto pelo funcional, já que é um material fácil de limpar. Pode ser utilizado produtos de limpeza sem danificado e apresentar problema com a umidade.
  • Bancada da pia da cozinha: O granito é mais fácil de limpar do que o mármore. É mais difícil de ter fissuras e romper com facilidade. Além de granito ter cor mais escura é mais adequado, pois não mostra tanta sujeira enquanto tem um aspecto visual legal.
  • Banheiro: Por causa do vapor, o ideal é optar por peças maiores que sejam retificadas. É recomendado revestimentos em cerâmica e porcelanato.
  • Quintal: É importante escolher um piso para o quintal e piso para garagem que não seja escorregadio. Peças cerâmicas, granelites e tecnocimento, que é um cimento queimado, são interessantes para esta área. É importante estar atento ao índice de resistência de atrito.
  • Tinta: A parede também precisa de cuidado especial, é recomendado o uso de tinta acrílica, pois é bastante resistente à água, portanto não fica danificada na hora de ser limpa.

Estender a roupa dentro de casa

Não tem quintal grande? Ou não tem lavanderia que possa estender as roupas? Ou está chovendo sem parar na região que você mora?

Estender a roupa em casa pode representar um risco para a nossa saúde devido à quantidade de umidade que é gerada pela roupa molhada, especialmente no que se refere a pessoas que têm doenças respiratórias.

Por esse motivo, devemos fazer isso com o máximo de segurança para evitar colocar em risco a nossa saúde.

Veja algumas dicas:

– A primeira coisa para providenciar é um varal de chão, aqueles que vendem em lojas de departamento. São fáceis de ser guardados quando não forem necessários. O ideal é que sejam de aço inoxidável ou plástico;

– Em sua casa deve encontrar um local que seja livre de umidade e bastante arejado, para evitar que a umidade da roupa molhada se espalhe. O ideal também é que seja num espaço que não utilize com muita frequência (evite quartos e a sala);

– Na hora de estender a roupa dentro de casa, primeiro agite as peças de roupa, uma a uma, de forma a retirar o excesso de água. Em seguida, coloque nos varais do meio as peças pequenas, como roupa íntima. Os varais externos use-os para roupas de tamanho médio, como camisas finas, de algodão ou poliéster. As peças de roupa mais pesadas e maiores, como calças e toalhas grandes, deverão ser colocadas nas laterais. Evite colocar as peças de roupa muito próximas umas das outras, deixe um espaço entre elas para que o ar circule e sequem mais rapidamente, caso contrário, pode gerar mau odor.

– Outra dica: quanto mais esticadinha a roupa estiver no varal, mais fácil será para passar (e para alguns tecidos isso nem será necessário);

– Ah, e claro, nada de estender roupas nas grades de trás da geladeira e freezer! Isso pode causar no mínimo um incêndio, ou seja, não é nada seguro.

7 dicas para usar o sal na limpeza doméstica

Você nem imagina o quanto vai te ajudar!

Em relação à alimentação, o sal deve ser consumido com moderação, mas para limpeza, pode ser usado largamente, principalmente o sal grosso.

Por incrível que pareça, o uso do sal na limpeza doméstica é uma prática sustentável, barata e eficiente. Dê uma olhada nas dicas:

  1. Para deixar um metal brilhando: Utilize partes iguais de sal, farinha de trigo e vinagre. Depois, misture os três ingredientes e aplique sobre o metal;
  2. Nas panelas gordurosas: Adicione um pouco de sal e depois use um pedaço de papel para limpar. Após isso, siga com a lavagem normal;
  3. Quando quiser eliminar o cheiro de comida do forno: Prepare uma mistura com sal e canela. Com o forno quente, borrife a mistura na parte de cima e de baixo deste. Espere o forno esfriar e tire as manchas com um Pano Resist úmido;
  4. Para tratar as manchas de mofo em tecidos: Faça uma pasta de partes iguais de sal e suco de limão. Aplique a pasta sobre a mancha, e depois deixe o tecido secar sob o sol. Em seguida, siga com a lavagem normal;
  5. Lençóis amarelados ou desbotados: Seus lençóis amarelados ou desbotados podem voltar a ser branquinhos. Para tanto, adicione a uma panela grande 5 colheres de sopa de sal e uma de bicarbonato de sódio. Coloque os lençóis dentro da panela e deixe ferver por 14 a 30 minutos. Depois tire os lençóis e os lave com água fria;
  6. Calçados com mau cheiro: Insira um pouco de sal nos calçados com mau cheiro para eliminar o odor. Para eliminar o cheiro das mãos, após lavar com água e sabão, você também pode esfregar os dedos com uma combinação de sal e vinagre;
  7. Dar brilho às torneiras cromadas: Misture duas colheres de sopa de sal com uma colher de chá de vinagre e use para dar brilho às torneiras cromadas.

Ahhh, e não se esqueça de sempre usar luvas para proteger suas mãos na hora da limpeza, certo?

Conheça a nossa linha de luvas domésticas aqui!

5 cuidados com pisos laminados

Porque cada detalhe da nossa casa é importante, inclusive o chão!

O piso laminado é sinônimo de conforto e praticidade, mas exige cuidado especial para conservar a beleza do revestimento. Veja estas dicas:
  1. Para começar a limpeza do seu piso, retire o excesso de pó e sujeira com uma vassoura de cerdas macias. Depois, aplique um copo de álcool para 1 litro de água e sabão neutro, umedeça um pano e passe diretamente na área suja.
  2. Se tiver alguma sujeira pontual, o ideal é usar uma Esponja Suave da Spontex com um pouco de detergente líquido neutro.
  3. Depois de deixar o seu piso laminado limpo, você precisa ficar atenta a outros modos de conservação. Como, por exemplo, não arrastar os móveis, principalmente durante a limpeza. Se precisar mudar algo de lugar, proteja os pés e bases com feltro ou borracha para evitar o aparecimento de riscos e manchas.
  4. Nunca utilize material cortante ou abrasivo, cera ou enceradeiras elétricas, esponja de aço, lixa ou produtos à base de silicone, pois promovem a formação de uma camada de gordura sobre o piso, que irá dificultar sua limpeza.
  5. E, se for fazer alguma obra ou pintura, cubra o seu piso laminado com papelão para não ocasionar riscos.

Mãos à obra!

Pia da cozinha nos trinques!

Deixando tudo limpinho e conservado.

A cozinha é o coração da casa, e a pia é onde tudo começa a acontecer. Ou seja, ela precisa estar em ordem!

É necessário um cuidado especial de limpeza e higiene, afinal, é nela que lavamos as louças e iniciamos o preparo das refeições. Por ser tão utilizada, a pia pode acumular sujeiras, germes e bactérias que colocam em risco nossa saúde e nosso bem-estar.

Com algumas medidas simples e eficazes, é perfeitamente possível manter a pia limpa e livre desses problemas, veja como!

  • Após lavar as louças ou cortar alimentos sobre ela, retire qualquer objeto ou resto de comida que tenha caído dentro da cuba ou esteja a seu redor. Isso é essencial para uma higienização completa e impecável. Certifique-se também de que não haja nenhum resíduo obstruindo o ralo.
  • Na hora da limpeza, use uma esponja macia, como a Esponja Suave da Spontex, para limpar os cantinhos. Esfregue bem cada parte, a começar pelas emendas e pelos recortes. As torneiras, a cuba, o ralo e as laterais merecem toda sua atenção.
  • Para uma limpeza perfeita, conte com um bom detergente e também um desengordurante. Esses produtos ajudam a remover a sujeira e a gordura impregnadas na pia da cozinha, além de auxiliarem na retirada do limo. Dê preferência a produtos de limpeza de alta performance, de preferência com bom preço e baixo impacto ambiental.
  • Não deixe acumular água na pia, tenha sempre um rodinho, para quando acabar de lavar louça puxar a água. E use também o PaneSponja da Spontex, que absorve com eficiência todas as poças que cismam em ficar na pia.

7 maneiras de usar a borra de café

O gosto é maravilhoso! E o cheiro então? Até a borra tem seus benefícios! Confira!

O cafezinho é unanimidade entre os brasileiros, mas além de ser uma delícia, pode ajudar no dia a dia da casa. E a borra? É um desperdício jogá-la fora, porque que ela tem utilidades de sobra. Veja alguns exemplos:

  • A borra é um poderoso removedor de mau cheiro dos ambientes. Seque a borra do café ao sol por um dia, coloque no vaso e deixe no local onde está o odor. Ele vai sumir em poucas horas.
  • A borra também retira o cheiro de cebola e de alho das mãos, é só esfregar. No jardim ela funciona como um adubo e um repelente natural, afasta formigas, lesmas e outras pragas.
  • Você pode ainda utilizar o pó como corante para tingir papel e tecidos. É só colocar a borra em um vaso com água bem quente e deixar por 10 minutos.
  • Para deixar a pele mais bonita, use a borra como esfoliante. O café é rico em vitamina B e tem cálcio e potássio, que acalmam a pele fechando os poros.
  • Um excelente aliado no combate à celulite. Você deve misturar a borra utilizada do café com óleo de vitamina E, massageando a área do corpo onde a celulite se encontra localizada. Tenha em atenção que o processo deve ser repetido duas ou três vezes antes de enxaguar o corpo com água.
  • Como repelente para as pulgas dos animais de estimação. Então, antes de dar banho no seu animal de estimação, esfregue-o com a borra que foi utilizada para fazer o café. Ao fazê-lo, estará impedindo o aparecimento de pulgas e zelando pela saúde do seu animal.
  • A borra de café é muito usada na preparação e composição de um fertilizante orgânico, uma vez que as suas propriedades principais são ricas em nitrogênio e em vários nutrientes. Para ter essa função de fertilizante, é necessário misturá-la com um adubo orgânico e deixá-la fermentando durante alguns dias.

Viu quanta coisa dá pra fazer quando a gente reaproveita?

Casa mais segura para seu pet

Veja 6 dicas para te ajudar a manter a sua casa mais segura para o seu bichinho

O que faz do nosso lar um lugar seguro? E o que faz do nosso lar um lugar seguro para os nossos pets? Será que é preciso realmente mudar alguma coisa em casa quando se tem um bichinho?

A resposta é: SIM! Os bichinhos são como crianças e não têm noção dos perigos a que se expõem em determinados momentos. Nunca imaginamos que objetos e situações inocentes podem levá-los a se machucar, mas às vezes isso acontece.

Veja a lista para te ajudar nesta etapa:

  1. Retire do alcance pequenos objetos que podem ser ingeridos: Principalmente os cachorros filhotes que adoram roer alguma coisa! E isso pode causar sérios acidentes, até mesmo obstruir o estômago ou intestino e, na maioria desses casos, só a cirurgia pode retirar esses objetos. Fique atenta a brinquedos pequenos, como peças de Lego ou pedaços que se quebraram, pedras pequenas, gravetos, caroços de frutas etc.
  2. Não permita que brinquem na piscina sozinho: Existe uma lenda por aí que bichos já sabem nadar por natureza, mas nem todos têm o biotipo para isso. Então, caso tenha uma piscina, não permita que seu pet tenha acesso sem supervisão.
  3. Armazene bem produtos que podem levar à intoxicação: Diversos são os lugares que eles escolhem para brincar e alguns deles escodem, ou melhor, guardam, produtos que podem levá-los à intoxicação. Guarde os produtos de limpeza em armários ou locais onde os cães não tenham acesso. O mesmo vale para os medicamentos.
  4. Mantenha sempre o portão fechado e com telas: Pode parecer besteira, mas não é. Para os gatinhos então, que adoram liberdade, é um prato cheio. Por isso, sempre que entrar ou sair, verifique a tranca do portão para evitar que seu peludo fuja e se perca ou seja atropelado nas ruas.
  5. Guarde suas sacolas plásticas e evite o sufocamento acidental: Quando fazemos compra, sempre tem um ‘’ser humaninho’’ que gosta de inspecionar para ver se não esqueceram de comprar o petisco deles. Mas essas sacolas de mercado são muito perigosas! Não deixe que isso aconteça, pois elas podem causar sufocamento.

Evitando a bagunça

Veja como alguns móveis deixam a casa sempre arrumadinha

Para não ter aquele trabalhão no dia da faxina, a escolha dos móveis pode ser a chave para ajudar na organização.

Lá vão algumas dicas:

  • Quarto: O ideal é que o quarto tenha muitos lugares para guardar as coisas, deixando somente o essencial à vista. Armários grandes, cômodas, baús ou camas box são medidas que deixam o espaço mais livre.
  • Sala: Móveis práticos, como aparadores, prateleiras, estantes e pufes. Se gostar de baús, use-os aqui também, guarde todas as revistas, livros e papéis que poderiam ficar espalhados.
  • Cozinha: Normalmente é o lugar que possui menos armários e por isso tende a se desorganizar com maior facilidade. A solução pode ser investir em móveis com espaço interno otimizado e apostar nas cestas e dispensas. Quanto menos objetos aparentes, maior a sensação de limpeza.
  • Banheiro: Um armário pode ser o suficiente para quem não costuma ter muitos objetos no banheiro. Se tiver muitos cremes e perfumes, coloque-os em uma prateleira. Toalhas podem ficar penduradas no toalheiro e, para quem faz uso de secador e chapinha, pode usar uma dica que já demos na página. Olha que legal:
Facebook Spontex Brasil

Facebook Spontex Brasil

Você irá precisar de um cano de PVC de duas saídas. Pinte com tinta acrílica da sua preferência e coloque em cima do armário organizador. (Fonte: Pinterest)

Os tipos de limpeza para casa

Faxina pesada, um tapinha no dia a dia ou um cronograma de limpeza?

Infelizmente, às vezes só temos nós mesmas para cuidar da limpeza de toda a casa. A dica da Spontina é: reúna a família para te ajudar a manter a sua casa limpa e agradável!

Existem três maneiras de executar o serviço de limpeza de maneira razoável e fácil:

  1. Limpeza preventiva: São tarefas de desempenho normal, como tirar o lixo, manter a pia organizada, a casa arejada;
  2. Limpeza corretiva: São tarefas realizadas para não deixar tudo desorganizado, e devem ser feitas em cômodos de mais acessos, como as sala, mas sem muito esforço físico, como varrer a sala ou passar um pano na cozinha.
  3. Limpeza pesada: É a limpeza em períodos pré-determinados e deve ser detalhada, próxima da perfeição. É aquela de arrastar todos os móveis, jogar coisas inúteis fora e deixar a casa com cara de nova.

Nós da Spontex te ajudamos em todos esses tipos de faxina! Temos luvas, panos e esponjas específicas para cada função. Para saber mais, clique aqui e veja todos os nossos produtos.

E então? Pronta para colocar a mão na massa?

3 dicas para deixar a cozinha nos trinques!

O coração da casa precisa estar funcionando perfeitamente bem!

Organizar a cozinha é uma tarefa um pouco desgastante, mas muito compensadora. Sabe aquela sensação de alívio depois da limpeza?

Cada casa tem uma personalidade e uma rotina, mas separamos alguns passos que funcionam:

  • Primeiro passo: Tire tudo de dentro dos armários, das prateleiras e da bancada. Depois, faça aquela limpeza usando a nossa Esponja Suave com um pouco de detergente neutro;
  • Segundo passo: Coloque novamente nos armários somente o que você usa com frequência. O segredo de uma cozinha funcional é a praticidade. Tenha somente aquilo que você usa e mais nada. Os excessos, como aquelas maquininhas que fazem coisas bem específicas que usamos esporadicamente, devem ser guardados em caixas organizadoras. Tenha a sua vista somente o que usa diariamente para manter tudo sempre no lugar;
  • Terceiro passo: Setorize tudo e deixe todos os objetos das mesmas famílias juntos em um único local. Criar setores para cada objeto facilita na hora da busca, ainda mais se tudo estiver etiquetado. Deixe sempre os objetos usados diariamente em fácil acesso, em altura compatível e com bastante acessibilidade.