Combatendo a umidade no banheiro e cozinha

Essas são as partes mais afetas das casa, veja como prevenir e tratar.

Paredes mofadas, bolhas na tintura e aquele escurinho no rejunte são sempre surpresas nada agradáveis!

O acúmulo de umidade em casa é um problema que pode ser causado pelo material com o qual ela foi construída, o impacto do clima e a falta de ventilação dos espaços, entre os cômodos mais afetados estão banheiro e cozinha.

No banheiro vale prestar atenção no teto, que fica escuro devido ao mofo e com os rejuntes dos azulejos, que também podem acumular fungos. A principal forma de evitar o aparecimento desses inquilinos é ventilar o ambiente. Depois do banho, abra a janela e porta, certo? Caso o mofo apareça, deve-se imediatamente limpá-lo, ou ele pode se espalhar nos rejuntes e no teto. Utilize uma Esponja Suave com água e sabão neutro. Nos rejuntes dos azulejos, a mesma fórmula funciona.

Já na cozinha o vapor das panelas é o grande vilão. Ele pode tomar conta do ambiente, principalmente aos espaços próximos do fogão. O ideal é deixar as janelas da cozinha sempre abertas durante os processos de cozimento. Aqui o procedimento é o mesmo feito no banheiro.

Quando for o caso de o mofo impregnar, será necessário tomar medidas mais drásticas, como descascar, lixar e passar produtos impermeabilizantes, use também tinta antimofo, mais uma opção de prevenir o problema.

Porém o principal combate da umidade é a combinação ventilação e iluminação. Abra as janelas da casa e deixe o ar e o sol circular pelas peças, assim, há menos chances da umidade se acumular e de aparecerem bolhas, mofos e manchas em sua casa.

Fonte: Melhor com sua Saúde/ Gaucha ZH

Organizando os sapatos

Veja algumas opções para ter em sua casa.

Assim como ocorre com muitos elementos dentro do lar, os sapatos podem ser difíceis de organizar, sobretudo quando não se tem um espaço exclusivo para eles.

Muitas pessoas os deixam jogados pela casa, ou os colocam de qualquer maneira nas gavetas, sem levar em conta que isso acelera sua deterioração.

Antes de guardá-lo não custa limpar, por cima mesmo, já deixe perto do lugar que irá guardar os sapatos uma embalagem do Resist Colors, passe uma paninho seco. Claro, existem os casos que precisam de higienização mais delicada.

Como estamos certos de que você quer saber como deixá-los em perfeita ordem, veja algumas formas de conseguir:

Sapateira de porta: O bom e velho acessório que tem na casa das vovós ainda é uma das melhores soluções, simples, barato e acessível. Ela são vendidas em feiras e lojas de departamento. Essa opção guarda todo os sapatos, menos as botinhas. Se você quiser para deixar o sapatos ainda mais protegidos use sacos de TNT, que são vendidos em papelaria, protegem e por ser um tecido furadinho deixa o ar circular.

Armário com separadores para os sapatos: Esta é uma opção mais cara, porém bem organizado. Este armário pode ser feito sob medida, por marceneiros e lojas especializadas, ou ser compostas por nichos. Outro ponto positivo é que existe uma maneira interessante de aproveitar seus compartimentos é para o armazenamento de vários tipos de sapatos. Além de ser superpratico de limpar!

Prateleiras para sapatos: Sabe aquela estrutura de igual de loja? É esta opção, com várias estantes metálicas. Essa solução pode ser adaptada em qualquer lugar, dentro do armário, na porta do armário, na parede, mais alto ou baixo, total a gosto de você. Também uma opção fácil de limpar.

Caixas transparentes: Sabe aquelas caixas organizadoras que vendem em papelaria? São essas! Elas não ficam tão organizadas assim, mas por ser transparente você consegue saber qual sapato está naquela caixa. Além de poder colar um adesivo para facilitar a identificação de cada modelo e decoração também.

Então amantes dos sapatos essas dicas ajudaram? Divide a sua com a gente!

6 dicas para economizar água na faxina

Veja como melhorar a limpeza de casa

Pensar na quantidade de água gasta deixou de ser uma preocupação individual. Hoje é uma preocupação em comunidade, pois o consumo consciente faz parte do nosso dia a dia.

Em alguns lugares, as crises hídricas nos obrigam a repensar o consumo de água. Veja algumas dicas:

  1. Reutilizar: é a palavra de ordem! Reaproveite a água da chuva, da máquina de lavar e do banho para a limpeza de pisos. Mas não se esqueça de armazenar da maneira correta, deixando em recipientes tampados para contribuir no combate à do aedes aegypti, transmissor de várias doenças.
  2. Lavar Roupa: Mesmo reutilizando a água da máquina, você pode esperar juntar mais roupas para aproveitar melhor essa leva. Você não ficará sem roupa, é só se organizar.
  3. Lavar louça: Retire todos os restos de alimentos dos pratos e mergulhe-os em água com detergente. Aguarde alguns minutos até que a gordura dos itens se dissolva. Pode deixar uns 10 minutinhos, depois disso, ensaboe a louça normalmente com a torneira fechada, depois só passe a água pelo itens para lavar.
  4. Limpar Vidros: Vidros, espelhos e até objetos em acrílico muitas vezes não precisam de água. Com o Pano Microfibra Vidro, sua textura em formato de favo de mel remove de forma eficiente as sujeiras e manchas difíceis. Caso você ache necessário, duas gotinhas de detergente neutro já bastam.
  5. Use borrifador: Ele permite que você espirre a mínima quantidade de líquido necessária, evitando desperdício e fazendo a água render muito mais. Dilua um pouco de produto de limpeza no frasco e use para limpar superfícies de bancadas, móveis, azulejos e até pisos.
  6. Use vassoura e rodo: Em vez de usar mangueira para lavar a calçada, crie o hábito de varrer apenas com a vassoura. Antes de jogar baldes e baldes de água na cozinha, passe a vassoura e use um rodo com produto de limpeza. Isso é até mais eficiente que simplesmente jogar água.

Sabe mais alguma maneira de economizar? Divide com a gente! J

Fonte: Uol/ Veja/ Vix

Receitas de Ovo de Páscoa

Veja algumas opções deliciosas!

Tem época mais gostosa para se acabar nos doces?

Te damos duas opções de receitas para fazer em casa e não passar vontade. Olha só:


Recheio: Mousse de Limão

Você vai precisar de:

* 1 ovo de Páscoa caseiro ou industrializado de 350 g de chocolate branco;

* 1 mousse de limão (abaixo);

* Fatias de bolo ‘’nada’’, pode ser comprado.

* Raspas de chocolate branco e casquinha de limão para decorar.

 

Para Mousse de Limão:

– 1 lata de leite condensado;

– 2/3 xícara de chá de suco de limão;

– Raspas da casca de 1 limão;

– 2 colheres de sopa de creme de leite.

Basta misturar com um batedor de arame o leite condensado e o suco até encorpar, isso acontece na hora. Depois misture o restante dos ingredientes.

Para montar o ovo recheado, coloque uma camada de mousse, fatias do bolo, outra camada da mousse, cubra com raspas de chocolate e casquinha de limão ralada.

 

Recheio: Ovomaltine

Você vai precisar de:

* 1 ovo de Páscoa caseiro ou industrializado de 350g de chocolate ao leite;

* 1 brigadeiro de ovomaltine (abaixo);

* Raspas de chocolate ao leite e granulado para decorar.
Para o Brigadeiro de Ovomaltine

– 1 lata de leite condensado

– 60 ml de leite integral

– ½ lata de creme de leite

– 3 colheres de Ovomaltine

– 1 Colher de café de manteiga

Coloque em uma panela no fogo baixo o leite condensado, o ovomaltine, o creme de leite, o leite e a manteiga. Misture até a consistência de brigadeiro de colher. Reserve o recheio e deixe esfriar.

Depois do brigadeiro de ovomaltine resfriado, basta você rechear o ovo. Para deixar o seu ovo de colher mais bonito, é ideal que você decore. Pode ser com raspas de chocolate, farelo de Ovomaltine e até confeitos coloridos.
Ambos têm que se manter na geladeira e ser consumidos em até 4 dias.

Agora é só se lambuzar! 😛

 

Fonte: Vida de Casada/ Panelaterapia

 

7 dicas para evitar alergia

Às vezes poucas mudanças trazem grandes resultados

As alergias estão presentes na vida de muitos e diversos fatores podem desencadeá-las: alterações climáticas, estresse, contato direto com ácaros, fungos, poeira e mofo, e esses últimos estão presentes em toda a casa.

Para evitar crises de tosse, espirros, coceira e dificuldades de respirar, determinadas mudanças nos hábitos de limpeza, na arrumação e faxina são fundamentais para um ambiente mais saudável.

Veja algumas dicas:

  1. Prefira o aspirador de pó e panos úmidos na hora de limpar o pó;
  2. Troque produtos químicos de odor intenso por detergentes biodegradáveis ou álcool;
  3. Elimine os amaciantes de roupa e sabão em pó comum, substitua-os pelo sabão de coco líquido, em pó ou em barra;
  4. Não se esqueça de usar luvas quando tiver contato com produtos de limpeza, conheça nosso portfólio aqui;
  5. Deixe os cômodos bem arejados para circular o ar;
  6. Substitua as cortinas de pano por persianas, juntam menos pó;
  7. Se puder, opte por purificador de ar. É uma forma extremamente eficaz para remover pólen, pelos de animais, poeira e outros inimigos dos alérgicos.

Você toma essas atitudes? Tem alguma dica diferente? Conta pra gente!

Fonte: Limpeza com Zelo/ Veja/ Terra

Teste: Qual o seu tipo de música para faxinar?

Música é tudo de bom! Para muitas pessoas é essencial na hora da limpeza!

Com um teste rápido, vamos mostrar qual a trilha sonora ideal para colocar a limpeza da casa em dia!

1) Por onde você começa a limpeza?

A – Pelo banheiro.

B – Pela cozinha.

C – Pela área externa.

 

2) O que não pode faltar na sua faxina?

A – Produtos químicos potentes.

B – Pano de todos os tipos.

C – Produtos de limpeza naturais.

 

3) No dia de fazer faxina pesada você está?

A – Extremamente animada para começar logo.

B – Com uma leve preguiça por ter tanto trabalho.

C – Plena, como sempre.

 

4) Você aceita ajuda na faxina?

A – Não, já tenho minha rotina e gosto de fazer tudo da minha maneira.

B – Sim, difícil é ter alguém que ajude!

C – Claro, uma ajudinha é sempre bem-vinda.

 

5) No final do dia de faxina, como você está?

A – Normal, adoro minha rotina de limpeza da casa;

B – Exausta, quero só um banho e descansar.

C –  Cansada, mas feliz de ter terminado tudo.

 

Maioria A – A elétrica

Você pede por uma música agitada igual a você, porque acompanhar seu ritmo não é para qualquer um. Músicas eletrônicas, um pop internacional e até um funk, o importante é a batida ser para cima igual você.
Maioria B – A cansada

Você deve ter muitas atividades para dar conta e zero contribuição das pessoas ao seu redor, então pode ir de rock nacional e gringo que irá se sair bem.
Maioria C – A calma

Para você não tem tempo ruim, a faxina pode até te trazer mais calma do que você já tem normalmente. Deixar o rádio rolando MPB é uma boa opção. Até um sambinha seria perfeito para te acompanhar.

7 dicas para fazer a mala correta

Saiba como se preparar para sua próxima viagem 

Quem não ama viajar? Mas às vezes é difícil fazer a mala…selecionamos algumas ideias para te ajudar a deixar esse processo mais simples:
  1. A mala certa: Esta pode parecer óbvia, mas é superimportante. Se você vai fazer uma viagem longa e ficar pulando de cidade em cidade, um mochilão é o mais adequado. Para um fim de semana na praia, uma malinha de mão básica é suficiente. Tudo vai depender dos dias que ficará fora e do tamanho das roupas que irá levar.
  2. Espaço na mala: Se você for para o seu destino com a mala explodindo, a chance de ter que comprar uma segunda ou pagar excesso de bagagem na volta é enorme. Sempre tem aquela lembrancinha ou uma oferta imperdível, enfim, a mala sempre volta mais pesada. Mas se você é daqueles que sempre falta espaço na mala, já se previna e leve uma mala dobrável para não passar nervoso.
  3. Planejamento das peças: numa viagem longa é mais difícil planejar o dia a dia. Numa viagem de até 10 dias, você consegue calcular exatamente o que será necessário. Leve em consideração o tempo, as ocasiões que você irá frequentar e se terá ou não como lavar as peças.
  4. Facilidade na escolha das roupas: Roupas com cores mais neutras são mais fáceis de combinar com outras peças. Prefira tecidos que não amassem, pois dependendo do lugar que ficará hospedada não haverá ferro de passar.
  5. Categorize: Separe todas as peças, acessórios, sapatos, cosméticos e remédios. Primeiro porque assim você terá mais noção se está exagerando ou não. Depois porque quando chegar ao seu destino ficará mais fácil organizar. Vamos combinar que a última coisa que queremos em viagem é perder tempo!
  6. Otimize os espaços: Sabe qual o melhor lugar para guardar suas meias? Dentro dos sapatos! Assim você usa um espaço que ficaria normalmente vazio. Outra dica é viajar com o casaco mais pesado e o sapato mais espaçoso, assim você já economiza espaço na mala também.
  7. Produtos de higiene pessoal: Invista em pequenos frascos para o xampu e o condicionado. Vale ter um nécessaire somente com produtos de viagem, uma escova de dente, um desodorante e hidratante. Assim você não corre o risco de esquecer nada e não tem que comprar especialmente para a ocasião.

 

Gostou? Conta pra gente se essas dicas foram úteis! :)

Fonte: Veja

Dedetização não é tudo igual, sabia?

Descubra o melhor processo para o seu caso

Se tem uma coisa que incomoda são bichinhos que se proliferam pela casa, não é mesmo? Ratos, formigas, cupins, baratas… eles não são visitas muito desejáveis. Esses animais causam grande incômodo quando há uma proliferação, além de alguns deles serem transmissores de doenças como, por exemplo, o aedes aegypti.

Para acabar com esse problema, existem alguns tipos de dedetização feitos por empresas especializadas. Assim você terá a garantia que o serviço será feito de forma segura tanto para as pessoas quanto para os pets da casa.

E você sabia que existem algumas classificações para esse serviço? Muita gente acha que dedetização, desratização e descupinização são a mesma coisa. Mas a realidade é que para cada tipo de situação, seja um problema com rato, cupins ou outros insetos, o serviço muda, alterando assim os termos também. A dedetização serve para terminar o seu problema com insetos em geral. A desratização, para os ratos. E a descupinização, para cupins. Também há serviços para controle de morcegos e pombos, porém, vale lembrar que é proibido matar esses animais por lei.

Antes de decidir a empresa, cheque se ela possui um profissional técnico legalmente habilitado, qualificado e presente nas rotinas de trabalho para atender as necessidades que procura. Verifique também se a empresa possui as certificações necessárias, inclusive se está dentro das exigências da Anvisa e é associada à APRAG (Associação dos Controladores de Pragas Urbanas). Além, claro, de buscar referências de outros clientes que utilizaram os serviços, evitando assim transtornos e dores de cabeça.

Fonte: Polinseto/ Insetan/ Império Dedetizadora

5 cuidados para ter com as mãos

Veja como deixá-las lindas!

Tem gente que lembra do rosto, dos pés, do corpo e esquece das mãos! Você é uma dessas pessoas?

Com medidas simples e fáceis, você consegue conservar a saúde das suas lindas mãozinhas. Confira abaixo:

  1. Proteger o dorso das mãos é um hábito que deve ser incorporado à rotina. Os raios solares têm ação cumulativa e são os principais responsáveis pela flacidez e pelas manchas futuras. Prefira uma formulação sequinha e à prova d’água;
  2. Aplique todas as noites um hidratante com fórmulas ricas em glicerina, ureia e manteiga de karité;
  3. Use luvas para fazer as tarefas domésticas, até para lavar louça. Os detergentes removem a oleosidade natural da pele e a deixam mais frágil. A Spontex tem modelos de luvas de acordo com a sua necessidade. Veja os modelos descartáveis e domésticos aqui.
  4. Para tirar o esmalte, prefira um removedor mais suave, livre de acetona. A substância resseca e enfraquece as cutículas. Sabe aqueles potinhos cheios de lencinhos umedecidos? São bem adequados.
  5. Utilize álcool gel apenas quando necessário. Tem gente que passa a todo momento, mas o uso ininterrupto pode gerar ressecamento, coceira e vermelhidão.Você tem outros cuidados? Divide sua dica com a gente!

Fonte: M de Mulher

4 dicas para se organizar financeiramente

Confira algumas listinhas para manter o controle

Nós mulheres temos mil e uma coisas para cuidar: do trabalho, da casa, dos filhos, da própria saúde…

Para que seus sonhos de consumo sejam realizados, você precisa de uma coisa: organização. Evite problemas com dinheiro e alcance os seus objetivos pensando em algumas coisas antes:

Definição de Objetivos: Esse é o primeiro passo! O que você quer? Uma viagem inesquecível? Uma festa importante? Um carro? Voltar a estudar? Liste o que deseja e em número de importância. Depois busque informações de valores e o que é necessário para a realização deste desejo.

Orçamento Mensal: Agora você deve fazer uma previsão do quanto você recebe e quanto você acha que gasta mensalmente com suas contas fixas: mercado, aluguel, luz, água, telefone, saúde, educação, alimentação, lazer, e tudo mais que entra todos os meses no seu orçamento. O ideal é reservar 50% do seu planejamento para os gastos essenciais.

Apontamento de gastos e economia: Agora é passar a régua e definir todos os gastos. Que tal fazer uma previsão do que gastou nos últimos 6 meses, divida por números. Veja o que pode ser cortado ou o que pode ser barateado de alguma forma. Aqui você pode pensar em gastos como jantares fora, academia, salão de beleza, cinema, baladas, viagens e hobbies. Adote um estilo de vida correspondente a 35% da sua renda. Ter planejamento financeiro é sinônimo de saber guardar dinheiro também!

Poupe ou invista: 15% do seu salário devem ser guardados de alguma forma, crie o hábito de guardar dinheiro todos os meses, sem pular nenhum, e defina uma boa estratégia para esses recursos. Busque o que melhor te agrada: poupança, tesouro direto, ações, imóveis, fundos de investimento, títulos públicos, entre outros. Para saber qual deles mais se encaixa na sua vida financeira, busque seu gerente do banco para orientá-la de forma clara.

Fonte: Organize Sem Frescura/GuiaBolso/ Exame