Qual criança você foi na infância?

Quietinha? Muito levada? Nerd? Com uma imaginação muito fértil? O sucesso da turma?

Relembre como foram os anos da sua infância! E não esquece de contar pra gente qual o resultado!

1 – Você gostava de brincar com seus amigos ou sozinho?

A – Brincar com poucos amigos.

B – Brincar com todos os meus amigos.

C – Brincar sozinha era mais legal.

 

2 – Você tinha muitos brinquedos?

A – Poucos, não muitos.

B – Sim, adorava brinquedos.

C – Preferia tecnologia e TV.

 

3 – Como sua família conta a sua infância?

A – Bem feliz e calma.

B – Fazia a maior bagunça na casa.

C – Tinha vergonha até da minha sombra.

 

4 – Você preferia que tipo de brincadeira?

A – Brincadeiras de lógica e raciocínio.

B – Preferia as agitadas e as de correr

C – Bonecas e carrinhos.

 

5 – Você gostava de ser criança?

A – Sim, sempre amei minha infância.

B – Foi a melhor época da minha vida!

C – Prefiro o futuro do que o passado.

 

Maioria A – Só gosto da minha galera

Você foi aquela criança de poucos, mas bons amigos. Tanto que você conta com eles até hoje. Aproveitou bastante, mas nunca deu dor de cabeça ao seus pais.

Maioria B – O rei da turma!

Você mandava em todo mundo, inventava todas as brincadeiras e vira e mexe estava de castigo porque sempre aprontava além da conta. Deve ter sido uma criança ativa, que gostava de brincar ao ar livre. Com certeza viveu a melhor época da vida da melhor forma!

Maioria C – Um pouco introspectivo

Bem tímida, você tinha dificuldade de fazer amizades, então muitas vezes preferia brincar sozinha ou com seus eletrônicos e livros. Por isso conseguiu desenvolver uma imaginação fértil. E deve ter passado a infância toda sem quebrar um ossinho!

Outubro Rosa: o combate efetivo do câncer de mama

Este mês é dedicado para a prevenção do câncer de mama, a campanha Outubro Rosa, serve para lembrar da saúde da mulher, especialmente do câncer de mama, que quando diagnosticado precocemente tem chance em 98% de cura.

O câncer de mama é o que mais vitima mulheres de 40 a 69 anos de idade, e o número não é maior, pois as mulheres seguem a cartilha dos exames de rotinas periódicos e do auto exame também.

Independentemente de constarem no grupo de risco, é importante que todas as mulheres prestem atenção às orientações para prevenção do câncer de mama, os cuidados devem iniciar ainda na juventude, fase em que a mulher já deve consultar-se com o ginecologista anualmente e realizar o autoexame das mamas uma vez ao mês. Este, facilita a identificação de qualquer alteração: pequenos nódulos, existência de secreção nos mamilos, mudança de cor da pele, etc. O correto é fazer o autoexame das mamas todos os meses, a partir dos 21 anos, sempre no sétimo dia subsequente ao início da menstruação. Mulheres na menopausa também devem dedicar um dia por mês para realizar o toque nas mamas.

A observação das mamas deve ser feita em frente ao espelho que deve ser verificado o tamanho, a posição, a forma da pele, a aréola e o mamilo. Primeiro, com os braços relaxados na lateral do corpo. Depois, com as mãos na cintura, apertando o abdômen, e, por último, com as mãos atrás da cabeça. Antes de concluir, a mulher também deve apertar o mamilo para certificar-se de que não existe secreção.

A mulher deve prestar atenção à existência de caroços, secreções, saliências ou alguma diferença na consistência da mama. É importante examinar, também, as axilas e o pescoço. Caso a mulher encontre uma depressão, saliência, rugosidade, alteração na forma do mamilo ou qualquer outra situação que lhe pareça anormal, deve consultar-se com um ginecologista.

Mas, lembre-se o autoexame das mamas não substitui e nem torna dispensável a realização da mamografia, que deve ser feito a partir dos 50 anos, todos os anos. O exame ajuda a detectar lesões que não são sentidas pelo toque e que, geralmente, estão em estágio inicial, o que aumenta as chances de cura do câncer.

Fonte: Clínica Soma

6 dicas para lavar o carro em casa

Sem gastar muita água e com os cuidados necessários para deixar seu carro limpinho.

Tem gente que usa para passeio, ir trabalhar e até como fonte de renda. Em qualquer maneira de uso deixar o carro com uma aparência melhor é um benéfico a longo prazo. O procedimento é simples, mas exige muita atenção e produtos específicos.

Se feita, de maneira errada, a lavagem pode causar uma série de prejuízos, como arranhões no verniz da pintura e aparecimento de manchas. Além do desperdício de água, que é péssimo para o planeta e para o seu bolso.

Confira dicas para lavar corretamente seu carro:

  1. Use os produtos adequados: Hoje, já é possível encontrar produtos específicos para cada parte do carro, e o investimento vale a pena. Na ausência de um shampoo próprio para a linha automotiva, use sabão neutro. As luvas de lavagem também merecem atenção. Use luvas de lã natural ou microfibra, que absorvem melhor as partículas. Na hora de secar o carro, as toalhas de tecido sintético podem danificar a pintura, o ideal é dar preferência aos Panos de Microfibra Spontex, quem limpam sem riscar.
  2. Fuja do sol e das manchas: Antes de começar, estacione o carro na sombra e espere a carroceria esfriar – isso evita que a água e o sabão sequem e deixem manchas. O cuidado vale para todo o processo: durante a lavagem, mantenha o veículo sempre molhado.
  3. Lave por partes: A orientação geral é lavar o carro de cima pra baixo: primeiro teto, depois vidros, capô, porta-malas, laterais e rodas. Sobre as rodas, deve-se esperar que elas esfriem antes da lavagem, para que não haja empenamentos no contato com a água gelada.
  4. Secagem: Use os Panos Microfibra Spontex também, arrastando lentamente a pano aberto sobre a superfície, e comprimindo sobre a área para absorver a água.
  5. Limpeza interna: Não esqueça do interior do carro, hein! Para uma limpeza eficiente, utilize aspirador portátil, é mais prático. E dê atenção aos locais mais esquecidos, como cantos e partes internas das portas, neste caso use Panos Microfibra Spontex também para puxar o pó. Os tapetes de borracha devem ser retirados e lavados com bucha e sabão neutro.
  6. Desperdício de água: Um ponto importante nesta tarefa é o quanto de água usamos neste processo. Não há dúvidas de que precisamos da água, não só este como em vários processos da nossa rotina diária – principalmente na hora da limpeza. Muito além de cuidar do bolso, é cuidar também do planeta. E lavar o carro de forma errada, podendo gastar em torno de 300 a 530 litros, gerando grande desperdício. Se você seguir este passo a passo, um balde apenas é o suficiente.

Fonte: Tunning Parts

Decifrando etiquetas das roupas

Na hora de lavar e passar como fazer, não é mesmo?

Que jogue a primeira a pedra aquele que nunca ficou sem entender um símbolo na etiqueta da roupa novinha que você comprou, não é mesmo? Na verdade quase ninguém tem muita certeza do que está desenhado ali.

A leitura correta da etiqueta é fundamental, pois os símbolos que indicam como o produto deve ser manipulado para limpeza e conservação.

Separamos uma lista completa para acabar com as suas dúvidas, olha só:

Lavagem

  • Tina com um traço embaixo: você pode lavar a peça à máquina, porém utilizando apenas ciclos delicados.
  • Tina com dois traços embaixo: a peça pode ser lavada à máquina, em ciclo delicado, mas não pode ser torcida.
  • Tina com o numeral 50: indica que a máxima temperatura de lavagem daquele tecido é de 50°C.
  • Tina com o numeral 60: indica que a máxima temperatura de lavagem daquele tecido é de 60°C.
  • Tina com o numeral 60 e um traço embaixo: indica que a temperatura de lavagem daquele tecido é de 60°C e que ele pode ser lavado à máquina, porém utilizando apenas ciclos delicados.
  • Tina com o numeral 50 e dois traços embaixo: indica que a temperatura de lavagem daquele tecido é de 50°C e que ele pode ser lavado à máquina, em ciclos delicados, porém não pode ser torcido.
  • Tina com a mão dentro: lavagem somente à mão. Isso quer dizer que você terá um pouco mais de trabalho, mas a sua roupa não se estragará.
  • Tina com um X: não lavar ou não molhar.

 

Uso de alvejantes

  • Triangulo vazio: você pode utilizar qualquer tipo de alvejante para branquear ou tirar manchas do tecido sem danificá-lo.
  • Triângulo CL: alvejantes com cloro não danificam o tecido, porém eles devem ser diluídos em água fria.
  • Triângulo com X: não utilizar alvejantes.

 

Como passar as suas roupas

  • Ferro sem bolinhas: você pode passar a peça a ferro normalmente.
  • Ferro com uma bolinha: passe a roupa a ferro em uma temperatura máxima de 110°C.
  • Ferro com duas bolinhas: passe a roupa a ferro em uma temperatura máxima de 150°C.
  • Ferro com três bolinhas: passe a roupa a ferro em uma temperatura máxima de 200°C.
  • Ferro com um X: não passar a ferro.

 

Limpar a seco na lavanderia

  • Círculo com A dentro: a limpeza pode ser feita a seco com qualquer solvente.
  • Círculo com P dentro: a limpeza pode ser feita a seco em tetracloroetileno com solventes específicos listados para o símbolo F, em um processo normal.
  • Círculo com P dentro e um traço embaixo: a limpeza pode ser feita a seco em tetracloroetileno com solventes específicos listados para o símbolo F em um processo suave.
  • Círculo com F dentro: limpeza a seco com hidrocarboneto em processo normal.
  • Círculo com F dentro e um traço embaixo: limpeza a seco com hidrocarboneto em processo suave.
  • Círculo com X: não limpar a peça a seco.

 

Secar a peça naturalmente

  • Quadrado com meia lua: secar as roupas em um varal, na vertical, utilizando um cabide, aproveitando o calor do dia ou da noite.
  • Quadrado com três riscos na vertical: secagem por gotejamento.
  • Quadrado com um risco na horizontal: secagem na horizontal, com a peça estendida.

 

Secar a roupa em tambor rotativo

  • Quadrado com um círculo dentro e uma bolinha: secar a peça em secador rotativo e em baixa temperatura.
  • Quadrado com um círculo dentro e duas bolinhas: secar a peça em secador rotativo e em alta temperatura.
  • Quadrado com um círculo dentro e um X: não secar em tambor rotativo.

Fonte: Tudo Extra

6 Revestimentos que facilitam a limpeza da casa

Vai fazer uma reforma? Escolha opções de materiais que ajudem futuramente!

A escolha de materiais adequados permite que a sujeira não fique impregnada nas paredes, chão e outros ambientes. Muitas pessoas trabalham o dia inteiro e praticidade é palavra chave quando chega em casa.

Então, eleger os materiais certos para colocar em casa ajuda a diminuir as horas gastas em limpeza e permite mais tempo livre para cumprir outros compromissos e para o lazer.

  • Piso da sala: O piso vinílico é perfeito para este ambiente, este revestimento apresenta boa tolerância à água e produtos químicos.
  • Pisos para cozinha: O piso porcelanato fica bem na cozinha, tanto pelo visual estético quanto pelo funcional, já que é um material fácil de limpar. Pode ser utilizado produtos de limpeza sem danificado e apresentar problema com a umidade.
  • Bancada da pia da cozinha: O granito é mais fácil de limpar do que o mármore. É mais difícil de ter fissuras e romper com facilidade. Além de granito ter cor mais escura é mais adequado, pois não mostra tanta sujeira enquanto tem um aspecto visual legal.
  • Banheiro: Por causa do vapor, o ideal é optar por peças maiores que sejam retificadas. É recomendado revestimentos em cerâmica e porcelanato.
  • Quintal: É importante escolher um piso para o quintal e piso para garagem que não seja escorregadio. Peças cerâmicas, granelites e tecnocimento, que é um cimento queimado, são interessantes para esta área. É importante estar atento ao índice de resistência de atrito.
  • Tinta: A parede também precisa de cuidado especial, é recomendado o uso de tinta acrílica, pois é bastante resistente à água, portanto não fica danificada na hora de ser limpa.

7 dicas para economizar dentro de casa

Ajudar no bolso e no planeta é algo útil para todo mundo?

Economizar recursos naturais é preciso, mas, no entanto, muitos consumidores só tomam consciência quando o abuso afeta a carteira, não é mesmo? Para evitar que a conta venha muito alta no final do mês é possível mudar alguns hábitos de maneira simples.

Veja algumas dicas:

  • Substitua as lâmpadas incandescentes pelas econômicas. Elas geram a mesma luminosidade, duram mais e poupam 80% de energia;
  • Reduza em cinco minutos o tempo de uso do chuveiro elétrico. A economia pode chegar a 48 litros de água por banho;
  • Na hora de construir ou reformar, avalie os produtos utilizados, a possibilidade de reuso de água e de utilização de energia solar;
  • Produtos descartáveis devem ser evitados a todo custo, pois são os grandes responsáveis pelo aumento do volume de lixo que geramos. Seu uso tão breve não justifica seu enorme custo ambiental;
  • Instale equipamentos poupadores como torneiras que regulam a vazão e evitam o desperdício;
  • Reutilize a água do último enxágue da máquina de lavar para a limpeza doméstica e para dar descarga nos banheiros, por exemplo;
  • Informe-se sobre locais para o descarte apropriado de eletroeletrônicos como celulares e computadores velhos. O fabricante ou a loja onde você comprou o produto podem te informar onde fazer o descarte correto. Ou tem alguns lugares que dão desconto em novas compras com peças antigas.

7 dicas para dormir bem

Dormir bem é essencial para ter um dia a dia mais saudável

Nada melhor que chegar em casa depois de um longo dia, dormir profundamente e acordar renovado no dia seguinte.

Mas o sono não assume apenas esse papel revigorante: ele tem diversas outras funções essenciais para o nosso organismo. Cada um tem o seu tempo de sono, e isso deve ser respeitado.

O sono de qualidade ruim desorganiza o metabolismo e prejudica a síntese de alguns hormônios, favorecendo diversas doenças, como obesidade e depressão.

Lá vão algumas dicas para dormir bem:

  1. Deite e levante nos mesmos horários todos os dias. Isso ajuda o organismo ganhar uma rotina;
  2. Vá para cama somente na hora de dormir;
  3. Escolha um ambiente favorável para o sono;
  4. Não consuma álcool e cigarro perto do horário de deitar;
  5. Não faça uso de medicamentos para dormir sem prescrição médica;
  6. Olho na dieta, não exagere no café, chá e refrigerante. E evite alimentos pesados à noite também;
  7. Faça uma atividade física e de preferência não muito perto da hora de dormir.

Limpando botas de couro

Veja como cuidar dos seus calçados

Botas de couro podem ser lindos acessórios, uma escolha confortável para a caminhada diária ou uma necessidade prática para certos tipos de trabalhos.

Aprenda com algumas dicas sobre como limpar suas botas de couro e fazer com que elas durem anos:

  • Lustre suas botas: Use óleo para botas e esfregue-o nelas com um Pano Resist da Spontex. Pode usar também um polidor de botas, aplicando-o com uma espuma ou outro Pano Resist. Estas substâncias ajudarão a proteger suas botas contra manchas e as deixarão parecendo novas;
  • Escove a sujeira: Após um dia caminhando com suas botas, use uma escova macia para retirar a sujeira acumulada. Se a sujeira estiver grudada nas botas, cuidadosamente retire-a com um objeto duro, tendo cuidado para não arranhar o couro. Não deixe sujeira e lama ficarem em suas botas por um longo período de tempo. O couro irá se deteriorar se você não limpar suas botas imediatamente.
  • Mantenha-as sempre polidas: Aplique polidor frequentemente para proteger suas botas da sujeira e do dano.
  • Remoção de Manchas: Faça uma solução de sabão hidratante e água. Umedeça um Pano Resist na mistura e esfregue a mancha de sua bota de couro. Retire a água com sabão usando um pano úmido com água e então passe um Pano Multiuso da Spontex, desta vez seco. Água não prejudica o couro, então repita este processo quantas vezes você precisar. Somente certifique-se de tirar o sabão do couro quando terminar. Tente lenços de bebê ao invés de água com sabão, se você quiser.
  • Para retirar arranhões: Esfregue óleo de oliva com um cotonete, mergulhe um cotonete em óleo de oliva e esfregue em movimentos circulares por todo o arranhão, até que fique menos visível. Limpe a área com um Pano Resist úmido e deixe secar.
  • Termine polindo suas botas: Uma vez que você tenha removido todas as manchas e arranhões, dê uma boa polida em suas botas para protegê-las de manchas.
  • Últimas dicas: Leve suas botas para um sapateiro para remover as manchas mais fortes e os arranhões e nunca esfregue couro macio com uma escova dura ou irá riscar.

Qual tipo de pai você é?

Perto de comemorar o dia do homem mais importante da nossa vida, por que não começar agora com as homenagens?

Você é um pai que tem aquele perfil mais descontraído? Ou é aquele super companheiro? Ou então é um pouco mais ríspido?

Veja em qual perfil mais se encaixa e compartilha com a gente! J

 

1) É aniversário do seu filho. Como vocês comemoram?

A) O filho ganha desde um café da manhã especial até uma super festa de aniversário. É o dia em que ele pode tudo.

B) Planeja tudo com o seu filho: se ele quer uma festa tradicional ou algo mais descontraído, quem serão os convidados…

C) Só faz festa de aniversário se ele estiver se comportando.

 

2) O que acontece quando vocês vão ao supermercado?

A) Vocês montam a lista de compras juntos e só levam o que foi combinado.

B) Seu filho sempre leva tudo o que pede, você não faz muitas restrições.

C) Com você não adianta pedir – é “não” e pronto.

 

3) Vocês decidem almoçar ou jantar fora. Como é a refeição?

A) Vocês costumam variar os lugares, dependendo do gosto de cada um, e nada de abusar.

B) É no lugar que o seu filho mais gosta e ele come o quanto quiser.

C) Você praticamente monta o prato do seu filho e, se ele não comer tudo, não tem sobremesa.

 

4) Seu filho pede um presente de Natal que você não tem dinheiro para comprar. O que você faz?

A) Explica ao seu filho que não vai comprar o que ele pediu dessa vez e pede para ele escolher outra coisa.

B) Aperta um pouco as contas e acaba comprando.

C) Seu filho provavelmente nem pediria, pois sabe qual é a resposta.

 

5) Como você reage quando descobre que o seu filho mentiu?

A) Repreende o filho, mas também precisa ouvir os motivos dele.

B) Fica decepcionado, mas perdoa, já que criança é assim mesmo.

C) Dá uma bronca ou o deixa de castigo, sem discussões.

 

6) Você conversa muito com seu filho?

A) Sim, vocês conversam sobre tudo.

B) Você procura estar com seu filho o tempo inteiro e, geralmente, conversa sobre a vida dele, coisas que ele quer…

C) Não há muito diálogo além das tarefas diárias e notas escolares.

 

7) Seu filho costuma dar chiliques para chamar a atenção? Como você reage?

A) Quase nunca, pois ele sabe que com você não funciona.

B) Ele faz manha quando quer alguma coisa e você acaba cedendo às pressões.

C) Ele nem arrisca fazer manha, pois sabe que será fortemente repreendido.

 

RESULTADO

 

Maioria A – Pai Mega Atencioso

Aquele que participa de todas as formas da vida dos filhos e, além de ensinar, é parceiro para tudo e com certeza é o melhor amigo de seu filho.

 

Maioria B – Pai Super de Boa

Aquele que é tranquilo, que prefere deixar o filho ter opinião própria e acaba cedendo um pouco demais, mas também é aquele que faz tudo para ver o seu filho sempre feliz.

 

Maioria C – Pai Muito Duro

Aquele que prefere ser mais rígido na criação para ter certeza que todos os seus valores serão passados. Muitos filhos não enxergam desta forma, mas o amor dele ultrapassa todos os limites que ele impõe.

 

 

Estender a roupa dentro de casa

Não tem quintal grande? Ou não tem lavanderia que possa estender as roupas? Ou está chovendo sem parar na região que você mora?

Estender a roupa em casa pode representar um risco para a nossa saúde devido à quantidade de umidade que é gerada pela roupa molhada, especialmente no que se refere a pessoas que têm doenças respiratórias.

Por esse motivo, devemos fazer isso com o máximo de segurança para evitar colocar em risco a nossa saúde.

Veja algumas dicas:

– A primeira coisa para providenciar é um varal de chão, aqueles que vendem em lojas de departamento. São fáceis de ser guardados quando não forem necessários. O ideal é que sejam de aço inoxidável ou plástico;

– Em sua casa deve encontrar um local que seja livre de umidade e bastante arejado, para evitar que a umidade da roupa molhada se espalhe. O ideal também é que seja num espaço que não utilize com muita frequência (evite quartos e a sala);

– Na hora de estender a roupa dentro de casa, primeiro agite as peças de roupa, uma a uma, de forma a retirar o excesso de água. Em seguida, coloque nos varais do meio as peças pequenas, como roupa íntima. Os varais externos use-os para roupas de tamanho médio, como camisas finas, de algodão ou poliéster. As peças de roupa mais pesadas e maiores, como calças e toalhas grandes, deverão ser colocadas nas laterais. Evite colocar as peças de roupa muito próximas umas das outras, deixe um espaço entre elas para que o ar circule e sequem mais rapidamente, caso contrário, pode gerar mau odor.

– Outra dica: quanto mais esticadinha a roupa estiver no varal, mais fácil será para passar (e para alguns tecidos isso nem será necessário);

– Ah, e claro, nada de estender roupas nas grades de trás da geladeira e freezer! Isso pode causar no mínimo um incêndio, ou seja, não é nada seguro.